Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Uma frase polémica

26.05.17, Helena Le Blanc

18582170_10155442242988470_8360301961635656308_n.jpg

 

Recentemente publiquei esta foto no meu facebook. Recebi várias reações.

O que costumam dizer é "vale mais só que mal acompanhado", não é isso? 

Ouvi muitas vezes esta frase enquanto era educada pela minha avó. E suponho, ao olhar para como nos relacionamos hoje, que não fui a única.

Encontrei esta frase num livro católico (sobre liderança, em que no final tinha uma lista de frases deste género). Achei interessante e guardei-a na minha caixinha.

E, chegou a vez desta frase. Na manhã que a coloquei decidi publicá-la exatamente porque era diferente.

 

Eu concordo muito com esta frase mas faço a ressalva para a idade.

Se estivermos a falar de um adolescente que ainda não têm todos os esquemas afetivos estabilizados, e os seus valores ainda estão cimentar-se, então esta não é uma frase para ele. Se bem que.... considerando o tempo que me dizem que eles estão nos seus quartos ligados ao pc e aos telemóveis... Mas essa é outra história.

Agora falando de adultos e para adultos: esta frase aplica-se!

Nós somos seres humanos: nascemos num ventre - dentro de outra pessoa; precisamos de ser cuidados e educados por outras pessoas; para nos realizarmos precisamos da ajuda dos outros. Nenhuma pessoa de sucesso é solitária mas líderes de equipas. 

Nós somos naturalmente sociáveis. Precisamos dos outros, e os outros precisam de nós! E é nesta perspetiva que nós poderemos ser muito melhores. Se estou mal acompanhado, porque não fazer todo o meu possível para tornar essa pessoa numa boa companhia. As relações nunca são unilaterais. NUNCA. 

Jesus, o filho de Deus, o ser divino que encarnou e nasceu homem, fez o quê? Manteve-se junto da sua mãe até quase aos 30 anos e depois pegou num conjunto de pessoas (que não eram as mais extraordinárias da época) e decidiu ser seu amigo transformando-os pouco a pouco. Foram 3 anos de aventuras!

 

Portanto: Solidão ou Relação?

 

Poderia dizer muito mais, mas bastam estas perguntas:

- Como é que quero passar os meus últimos dias de vida terrestre? Sozinha?

- E na minha hora da morte? Estarei sozinha?

 

3 comentários

Comentar post