Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Um sorriso...

30.04.15, Helena Le Blanc

Nestes últimos dias, tenho andado, de forma quase obsessiva, a insistir com as minhas colegas de trabalho (colegas: peço-Vos que tenham paciência comigo) para que desenvolvam o seu trabalho com um sorriso. Claro que, de forma pedagógica, tenho explicado porque é que considero fundamental o sorriso para as relações intra e interpessoais.

Num desses diálogo, contei, um bocadinho da minha história.

Eu cresci com a minha avó materna.Vivi com ela dos meus 3 aos 28 anos. Os meus pais foram emigrantes durante 23 anos.

A minha avó era (morreu há uns anos) uma pessoa (muito) calejada pela vida. Digamos que, eu classificava-a como uma pessoa "amarga". Os outros eram sempre os "inimigos".

Não me entendam erradamente, pois eu gostava (gosto) muita da minha avó, apesar de, só enquanto adulta e madura, ter percebi esse sentimento e o "meu racional" ter entendido a vantagem que tive por ter sido ela a minha principal cuidadora, comparativamente às restantes hipóteses.

Eu cresci a ouvir "não tenhas amigos", "não confies nos amigos", "olha que os teus amigos são amigos dos teus inimigos", etc.. Não aprendi a cumprimentar as pessoas quando se chega a algum local ou se visita uma casa; não aprendi a a dar dois beijinhos; não aprendi a dizer umas palavras de circunstancia.

Não aprendi a sorrir.309544_10152380281245321_2020710380_n.jpg

A minha expressão facial normal (neutra) era uma expressão cerrada, em que parecia que eu andava chateada com tudo e com todos.

Aliás, ainda hoje, de vez em quando e contra a minha vontade, a minha face assume essa expressão, especialmente quando estou concentrada e/ou focalizada.

Durante a minha adolescência, houve duas ou três pessoas que, frequentemente, me diziam que eu deveria sorrir mais vezes, que tinha um lindo sorriso. Na altura, não percebi o que queriam dizer com aquilo. Não entendi.

Mas passei por diversas etapas e episódios que, fizeram-me tomar consciência deste meu pequeno (grande) detalhe. No trabalho, onde passamos a maior parte do nosso tempo, acabei por perceber, nas relações, o quanto era importante sorrir.

Infelizmente, percebi tudo isto, muito tarde na minha vida!

Hoje, surpresa das surpresas, por outros motivos e razões, eu, a menina que nunca sorria, está a tentar passar a mensagem da importância do sorriso a várias colegas de trabalho.

Dizia a uma delas: eu sou a maior prova que é possível começar a sorrir; sorrir sempre e muito!

O inicio tem que ser quase forçado, eu sei. É tão pouco natural. A nossa cara não esta habituada a essa expressão. Mas, se treinarmos e fizermos muitas vezes, transforma-se em expressão natural.

Com o tempo e ao notarmos as reacções dos outros, ao sentirmos que as relações se suavizam, torna-se cada vez mais fácil sorrir...  e se nos sentirmos bem connosco então é "ouro sobre azul". Mas isso, é quase outra história!

Portanto, tem sido, ultimamente, este um dos meus objetivos de trabalho.

Retomando o propósito deste post, num dos momentos que escolhi para voltar a falar do assunto, alguém (por acaso um dos meus chefes) me comunica que... era o Dia Mundial do Sorriso! Eu fiquei... a olhar para a pessoa e pensei... Deus deve estar a brincar comigo, só pode! Mais uma que não estava à espera!

Não fazia, de todo, ideia do dia em questão.

Se tivesse planeado a minha "intervenção" não poderia ter sido melhor! 

Naquele momento, senti que DEUS estava a sorrir para mim!

Dizia o Padre Raniero Cantalamessa, numa formação online que tive: " E como se testemunha a ressurreição de Cristo? Há vários modos, certo? (...) Um é a alegria. Isto é, mostrando que Cristo preencheu a nossa vida. Um cristão alegre, um cristão que mostra um rosto aberto já dá testemunho de Jesus, porque demonstra que Jesus preencheu a sua vida!"

 

 

 28 de Abril - Dia Mundial do Sorriso

 

No Calendarr Portugal, encontrei, na sua pagina, curiosidades, interessantes e importantes a este respeito. Mas passo a enunciar os benefícios que poderemos ter com este gesto frequente na nossa vida:

  • Diminuir a ansiedade
  • Reduzir a pressão arterial
  • Reforçar o sistema imunológico
  • Tonificar os músculos do rosto
  • Relaxamento 
  • Alívio de dores
  • Aumento da concentração

 

Sorri...

 

 

 

 

 

8 comentários

Comentar post