Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

as surpresas de DEUS!

O nosso diário: aprendemos, vivemos e partilhamos a nossa Fé.

as surpresas de DEUS!

O nosso diário: aprendemos, vivemos e partilhamos a nossa Fé.

25
Nov18

Um ano litúrgico que termina...

Helena Le Blanc

Confesso que...

Este ultimo ano litúrgico foi sempre a descer, dos máximos para os mínimos.

 

A igreja católica utiliza um calendário diferente, tal como a escola por exemplo. Tem na mesma 12 meses mas não começa no 1º dia de Janeiro nem termina no dia 31 de Dezembro.

O ano litúrgico começa no período do Advento (que antecede o Natal, quatro semanas antes) e termina no sábado anterior ao 1º Domingo do Advento. Hoje, ultimo domingo, do Ano Litúrgico celebrou-se o Cristo Rei. A igreja termina o ano relembrando que a vinda do Rei foi para nos mostrar qual era o caminho, a verdade e a vida (João 14, 6). Celebra-o enquanto Rei, muito desejado pelos hebreus, mas cuja "coroa foram espinhos, o trono uma cruz e jóias três cravos"*... O paraíso, o reino de Deus, a felicidade pura, a justiça e o amor, só são possíveis se estivermos no caminho certo, defendendo sempre a verdade, crua e nua, e discernindo os momentos de pura vida. O Salvador não era um Rei militar mas um Rei de valores.

 

Assim, como dizia, termino este ano litúrgico em baixa. Um conjunto de fatores e situações fizeram com que eu me distanciasse... de Deus. Pouco a pouco foi aumentando o meu deserto interior e diminuindo a minha disponibilidade para os outros. A porta do meu coração fechou-se.

Aconteceram-me coisas muito muito boas, especialmente ter ficado grávida de uma linda princesa! Melhor presente não podia ter recebido de Deus! Mas... quanto maiores os seus feitos na minha vida, maior a distância, a frieza, a descredibilidade na igreja (de pedra), o desamor pelos outros, a frustração nas ações paroquianas, o desapontamento pelo meu próprio comportamento...

À medida que me fui desapegando do mundo material, colocando-me em ultimo lugar, não aceitando convites e propostas, lendo a bíblia como guião diário, assistindo a decisões e comportamentos dos que me rodeiam, mantendo a minha boca fechada, fui interiormente "morrendo". Parece ser um contra-senso!

Com isto não quer dizer que coloquei tudo em causa - não, não senhor! Continuo a ter fé e a acreditar que Deus é o nosso princípio e ultima morada. Simplesmente eu não consigo colocar-me na sua presença, ouvir a sua voz no meu dia a dia, sair desta anestesia espiritual.

Procurei a Confissão/Reconciliação para conseguir "desbloquear" e o Sr. Padre, com muita paciência, ouviu e respondeu-me com duas frases:

- "Nada te perturbe!" - Como dizia a St. Teresa D´Àvila

- Jesus precisa de ti (e ele apontou um dedo para mim). Vais responder "NÃO"?

...

Nós humanos nada podemos na nossa miséria e arrogância. Por isso, peço a  graça de voltar a encontrar o caminho, a verdade e a vida. 

 

desert-279862_1920.jpg

* - Cântico "VIA CRUCIS" - Teresa Power do Movimento Famílias de Caná

Sigam-me

Comentários recentes

  • Helena Le Blanc

    Ola!Obrigada Sr./Sr.ª Desconhecido(a).Vou dar notí...

  • Anónimo

    Mudou-se para o sapo e nunca mais escreveu?Dê notí...

  • Bruxa Mimi

    Boas leituras, Lena!Bjs,Mimi

  • Anónimo

    Bela ideia! Acho que o senhor padre este ano quer ...

  • Helena Le Blanc

    Ola Teresa!É difícil não te reconhecer pelo conteú...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mais sobre mim

foto do autor