Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica à procura do colinho do SENHOR!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica à procura do colinho do SENHOR!

Uma peregrinação com crianças?! Estão malucos???

Junho 13, 2017

Pois, sim!

No início deste ano letivo um pequeno grupo de catequistas meteu na cabeça que a Paróquia de Mogofores, à semelhança de muitas outras, também deveria levar as suas crianças da catequese à PEREGRINAÇÃO NACIONAL DAS CRIANÇAS A FÁTIMA. 

Quando ouvi a ideia pensei em imediato nas crianças mais pequenas e cheguei à conclusão (natural) que certamente seria para as idades mais velhas. Qual quê?! Nada disso. A dita Peregrinação é exatamente para os mais pequenos, dos 6 anos 12 anos.

......

 

Bem... aí está uma coisa muito difícil de fazer! 

Como é que se leva um grupo de crianças pequenas numa peregrinação? Isto parece ser uma carga de trabalhos!

Mas felizmente o que parece muitas vezes não é de facto.

E foi assim que percorremos um enorme caminho até ao dia 10 de Junho, o dia da dita Peregrinação. Isto só foi possível por causa do entusiasmo e teimosia de alguns! A teimosia tornou-se uma graça! Uma graça para os restantes evangelizadores que se sentiram contagiados, uma graça para as crianças que participaram nesta atividade e uma graça para os pais que sentiram-se desafiados a algo mais!

O entusiasmo foi tanto que chegou à minha família e a uma nossa família amiga. Isto quer dizer que o Xavier de 4 anos também foi e andou lá no meio das outras crianças.

Fomos todos juntos no autocarro. As crianças pagaram 6,50 e os adultos 10, valores muito pequenos tendo em conta o custo do aluguer do autocarro, as portagens, uma t-shirt e um boné para cada um.

 

Para saberem mais pormenores poderão ver AQUI (no site das Famílias de Caná).

 

Quanto à nossa família, gostamos muito de:

- Ver o nosso Xavier de 4 anos no meio dos outros, com a mesma energia e interesse;

- Podermos caminhar (e namorar) os dois sem termos a preocupação de vigiar o filhote;

- Conhecer melhor outras crianças da nossa catequese;

- Observar a multidão que se concentrou nesse dia no Santuário: que beleza!

- Estar sentados no chão do Santuário, na Cova de Iria, e observar a Basílica;

- Reparar no sol que foi construído e colocado ao lado do altar para ilustrar a temática da Peregrinação (e restantes elementos que serviram de cenário);

- Observar os outros grupos de catequese que estavam junto de nós;

- Ouvir o D. António Marto (Bispo de Leiria-Fátima), especialmente quando ele (com sotaque) dizia "amiguitos, amiguinhos";

- Cantar os parabéns a Nossa Senhora e ver o lançamento dos balões. O James sussurrou-me nesta altura: estava a ver se conseguia ver uma imagem formada pelos balões!

- Receber uma azinheira para plantarmos lá em casa;

- Almoçar sentados no chão de terra com relva (fofinha) debaixo de uma árvore, na companhia de muito boa gente!

- Colocar a conversa em dia com algumas catequistas que já são grandes amigas;

- Conhecer um pouco melhor outros catequistas;

- Cantar e rezar o terço no autocarro.

 

Eu não vi o espetáculo que foi feito na Santíssima Trindade.

O James também não conseguiu ver quase nada porque o Xavier nessa altura estava muito irrequieto. Disseram-me que foi uma apresentação "muito à frente", bem ao gosto das nossas crianças e jovens!

 

Do que é que não gostamos? Não me lembro!

Chegamos cansados e felizes!

 

Ah.... e também gostamos muito de jogar POKEMON GO no Santuário enquanto esperávamos pela Missa e depois da Missa. Eu não fazia ideia que o santuário tinha tantas pop stations! 

Depois de terminar a Eucaristia, e tendo nós começado a andar, o James apanhou pelo menos 25 pokemons. Fixe!

 

Só me resta dizer: que belíssima ideia! 

 

 Aqui ficam algumas fotografias:

IMG_3818.JPG

IMG_3721 (2).JPG

IMG_8096.JPG

DSC_9472.JPG

DSC_9476.JPG

DSC_9478.JPG

IMG_8117.JPG

IMG_8122.JPG

DSC_9521.JPG

DSC_9517.JPG

DSC_9527.JPG

DSC_9528.JPG

DSC_9543.JPG

DSC_9549.JPG

DSC_9553.JPG

DSC_9560.JPG

DSC_9573.JPG

DSC_9574.JPG

DSC_9586.JPG

DSC_9588.JPG

DSC_9615.JPG

IMG_8158.JPG

DSC_9643.JPG

DSC_9652.JPG

DSC_9663.JPG

DSC_9665.JPG

DSC_9666.JPG

DSC_9673.JPG

IMG_3739.JPG

IMG_3751.JPG

IMG_3764 (1).JPG

IMG_3766 (1).JPG

IMG_3767 (1).JPG

IMG_3769 (1).JPG

IMG_3775.JPG

IMG_3780 (1).JPG

IMG_3785.JPG

IMG_3793 (3).JPG

IMG_3797.JPG

IMG_3802 (3).JPG

IMG_3803.JPG

IMG_8213.JPG

IMG_3716 (1).JPG

 

XXI Peregrinação Nacional dos Acólitos Portugueses

Maio 06, 2017

Este ano, como todos os últimos 6 anos, comecei o mês de Maio no Santuário de Fátima.

A data está marcada há mais de 20 anos: 1 de Maio é a peregrinação nacional dos acólitos portugueses ao Santuário de Fátima.

Mas este ano um pequeno grupo de nós decidiu ir para Fátima no dia anterior. Assim, literalmente, neste mês especial pelo Centenário das Aparições, pela Canonização dos Pastorinhos e pela visita do Papa Francisco pela primeira vez a Portugal, dormi junto ao Santuário, começando o dia neste recinto. 

IMG_2553-001.JPG

IMG_2557-001.JPG

Tivemos a oportunidade de estar na Via-Sacra dos Valinhos, andarmos perdidos nas ruas de sentido único de Fátima, de explorar o Santuário, de explorar a Casa de Retiros onde ficamos, de explorar algumas lojas de Fátima, sob um vento cortante!

Depois de jantar decidimos participar na Procissão de Velas e ficar algum tempo na Capelinha das aparições. Terminamos a noite em grandes conversas nos nosso quartos triplos.

IMG_2555-003.JPG

IMG_2558-001.JPG

IMG_2569-001.JPG

IMG_2576-001.JPG

IMG_2582-001.JPG

IMG_2585-001.JPG

IMG_2593-001.JPG

IMG_2599-001.JPG

IMG_2602-001.JPG

IMG_2620-001.JPG

IMG_2624-001.JPG

IMG_2641-001.JPG

IMG_2653-001.JPGIMG_2657-001.JPG

No dia seguinte, fomos (atrasados) ter com o resto do nosso grupo ao Centro Paulo VI. Estiveram à nossa espera uma meia-hora e guardaram-nos lugares. Mas chegamos a tempo para o espetáculo: risoterapia, palhaço e magia! Foi uma manhã de gargalhadas e de muito exercício físico. Ora vejam:

IMG_2693-002 (1).JPG

IMG_2697-001.JPGIMG_2704-001.JPG

IMG_2709-001.JPG

IMG_2712-001.JPG

IMG_2714-001.JPG

IMG_2721-001.JPG

Depois do almoço fomos para a Eucaristia, celebrada pelo Bispo D. José Cordeiro da diocese Bragança-Mirandela. Aqui poderemos observar o nosso estandarte a entrar na Basílica.

IMG_2732-001.JPG

Estiveram presentes 5 mil acólitos nesta XXI Peregrinação Nacional dos Acólitos Portugueses, assente na temática «Como Maria Servimos Jesus.

IMG_2759-001.JPG

IMG_2765-001.JPG

IMG_2769-001.JPG

Tivemos a felicidade de ver a relíquia do Beato Francisco, que esteve ao lado do altar durante toda a Eucaristia (nas fotos em baixo do lado direito - um ponto pequenino azul).

IMG_2776-001.JPGIMG_2771-001.JPG

O Sr. Padre Gabriel Andrade acompanhou-nos, representando o nosso Pároco Padre Joaquim Taveira, nesta peregrinação.

IMG_2777-001.JPG

IMG_2786-001.JPGIMG_2802-001.JPG

Imediatamente depois da Eucaristia organizou-se a processão do Santíssimo, que atravessou o recinto.

IMG_2812-001.JPG

IMG_2815-001.JPG

IMG_2816-001.JPG

IMG_2818-001.JPG

IMG_2825-001.JPG

IMG_2830-001.JPG

IMG_2838-001.JPG

IMG_2839-001.JPG

IMG_2845-001.JPG

A peregrinação terminou com a adoração. Nós estranhamos! Onde está a recitação do terço? O Hino dos Acólitos? A recitação da nossa Consagração a Nossa Senhora? O Hino aconteceu no fim da adoração mas infelizmente não se ouviu. O resto desapareceu da programação, e entristeceu-nos muito. Assim, decidimos procurar um local para rezarmos o terço juntos e fazer a nossa consagração.

O local escolhido foi a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Apesar dos muitos visitantes aos túmulos dos beatos, rezamos o nosso terço em grupo, causando muitas reações interessantes nos visitantes. No fim terminamos com a consagração.

IMG_2856-001.JPG

IMG_2863-001.JPG

 E assim, com a benção do nosso Padre Gabriel Andrade, demos por encerrado a nossa peregrinção de 2017. 

IMG_2868-001.JPG

IMG_2870-001.JPG

IMG_2872-001.JPG

Tenho vários vídeos deste dia, mas não estou a conseguir publicar. Quando forem ultrapassados os problemas técnicos, já publicarei um post com esses vídeos.

 

Um bem haja para este grupo maravilhoso! 

Pessoal, voltamos para o próximo ano?

Ir a Fátima a pé...

Maio 12, 2016

Todos os anos vejo muitos peregrinos na estrada, e também tendas e carros de ajuda e de apoio, sejam dos peregrinos sejam dos locais.transferir (1) (1).jpg

É a grande peregrinação a pé até Fátima.

Eu nunca o fiz, e também acho que esta é uma atividade que não é para mim. Já tentei fazer a peregrinação a pé ao Beco: AQUI. Desisti. 

Muitas pessoas que conheço já o fizeram, e é costume ser tema de conversa pois muita coisa acontece por essas estradas fora. Mas também há quem comente que para fazer sacrifícios não é preciso ir a Fátima a pé, pois no seu dia a dia tem muitas oportunidades para o fazer. E confesso que eu achava isto também.

images (1) (1).jpg

Durante muitos anos, apesar de ser católica, ser devota a Nossa Senhora, e respeitar muito o esforço dos meus amigos que vão a Fátima (a pé ou em bicicleta), também pensava que se calhar não é necessário desgastes tão grandes e violentos no nosso corpo humano para se fazerem promessas e sacrifícios. A vida dá-nos tantas outras oportunidades para isso!

Há quem o faça por agradecimento de uma especial graça ou dádiva.

Também sei de pessoas que vão porque assim o decidiram, sem terem um especial propósito. Para se desafiarem ou provarem que também conseguem... Não sei. 

Eu sempre achei um pouco "demais"!

transferir (2).jpg

 

Muita coisa mudou em mim, entretanto.

Num dia destes, enquanto conduzia, calhei em olhar para um destes grupos e veio uma avalanche de pensamentos novos e frescos que... me apanharam desprevenida. Não é que o grupo tivesse alguma coisa de especial, mas de repente percebi que estas peregrinações são oportunidades de:

- retiros espirituais individuais (o caminhar durante tanto tempo em silêncio necessariamente obriga-nos darmo-nos conta de que existe um eu dentro de nós);

- oração comunitária (um conceito pouco entendido nos dias de hoje);peregrinos.jpg

- franco convívio (o esforço é tal que não dá para se ter máscaras);

- remissão dos pecados da humanidade com dor física (tal como faziam os pastorinhos);

- ajudar os outros (todo o apoio que a população presta ao peregrino, como fala Olívia nest post: AQUI.) - dar pousada ao peregrino.

800.jpg

 

Se a maioria da população não consegue ver todas estas oportunidades no nosso dia a dia, pelo menos uma vez por ano mobiliza-se e fá-lo, nesta tradição da ida a Fátima a pé.

Temos que acarinhar as tradições... Muitas já se perderam e fazem grande falta... 

E eu: algum dia irei a Fátima a pé? Confesso não ter a resistência espiritual e física. Mas uma coisa posso fazer: rezar, neste mês mariano, pelos peregrinos, que têm a minha profunda admiração.

 

Fatima300MilPeregrinosMay2012.jpg

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim