Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Família: não há tempo!

01.03.19, Helena Le Blanc
Facilmente, com amigos, colegas de trabalho ou desconhecidos, a conversa bate no problema do tempo e no problema das crianças e/ou adolescentes de hoje em dia: - o tempo passa a correr; - não há tempo para nada; - os pais não têm tempo para as crianças; - as crianças não têm atenção dos pais; - os pais não dão atenção aos adolescentes; etc... Tempo, crianças, adolescentes, atenção.  ATENÇÃO. É uma palavra que representa todo um universo de dificuldades! Muitas dificuldades. (...)

A Fé traumatiza a criança?

16.09.17, Helena Le Blanc
De vez em quando assaltam-me algumas duvidas quando vejo pequenos sinais da nossa Fé no meu filho. Por exemplo, neste verão ele esteve com uma jovem amiga durante uma semana cá em casa. Brincou muito com ele e fizeram diversas atividades. Em alguns dias, quando chegava a casa, tinha surpresas à minha espera: Bem, neste caso foi uma surpresa para o Pai, a sua prenda de anos. Mas tive mais, por exemplo esta: Entre outras, o que chamou mais atenção foi isto: Nessa noite o nosso (...)

As palavras mágicas!

16.01.16, Helena Le Blanc
Numa destas manhãs, o Xavier saiu de casa com uma colher de pau. Quando era bebe, ele engraçou tanto com as colheres de pau que era frequente vê-lo com uma. Perdeu várias. Compramos muitas. À medida que foi crescendo os objetos iam mudando, mas sempre com o mesmo hábito: na maior parte dos dias sair sempre de casa comum objeto de casa, (...)

Porque é que eu nasci?

16.10.15, Helena Le Blanc
Há uns anos atrás, tive esta bela surpresa: Este mural foi feita por um colega de trabalho que parece-me ser católico mas não praticante. Poderá ser encontrado numa capela de um dos edifícios do meu trabalho: Há (...)

O gelado do Xavier...

22.07.15, Helena Le Blanc
O meu filho, ofereceu-me um momento que será difícil eu esquecer! Pela primeira vez, vi-o a comer gelado...   Só consegui filmar um bocadinho, mas imaginem isto durante uns 15 minutos. Fui-lhe dando instruções para ir comendo o gelado... Achei que isto seria uma daquelas coisas instintivas...    Deus, agradeço por me permitires ser mãe e por me teres confiado este belíssimo bébé!