Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

O nosso diário: aprendemos, vivemos e partilhamos a nossa Fé.

as surpresas de DEUS!

O nosso diário: aprendemos, vivemos e partilhamos a nossa Fé.

08
Mai17

Ficha Técnica: 1ª Canonização em Portugal

Helena Le Blanc

Facto - O Papa Francisco decidiu canonizar os Beatos Jacinta e Francisco Marto nas celebrações do Centenário das Aparições no Santuário de Fátima - Cova de Iria.

 

Novidade - A celebração da Canonização irá ter lugar em Portugal pela primeira vez, e serão as crianças mais jovens a serem declaradas santas não-mártires.

 

Canonização - Proclamação solene que as crianças (neste caso) praticaram heroicamente as virtudes e viveram na fidelidade à graça de Deus. Desta forma a Igreja reconhece o poder do Espírito de santidade nelas e propõe-as como modelos e intercessores, e dignos de culto público universal.

  

Beatos Jacinta e Francisco Marto - Dois irmãos que nasceram em Aljustrel, na freguesia de Fátima, e viveram nos anos de 1908 a 1920, nas vésperas da 2ª Guerra Mundial. Eram crianças que trabalhavam no pastoreiro do rebanho da família, na zona da Cova de Iria. Testemunharam seis aparições de Nossa Senhora, entre Maio e Outubro de 1017. Sepultados na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima viveram uma curta vida mas rica em "fé, amor e oração"*.

JF.jpg

  • Jacinta Marto - Nasceu em 11 de Março. É descrita como tímida, serena e sensível para o sofrimento e para as dificuldades dos outros. "Tinha um coração cheio de compaixão por eles e de Devoção ao Imaculado Coração de Maria".** "A Jacinta era um novelo de amor, uma coisa incrível. Amor pelos pecadores, sempre a escolher, a inventar sacrifícios para que muitas outras pessoas viessem a conhecer a Deus".***  Morre com 9 nos, no Hospital Dona Estefânia em Lisboa, vítima de um surto de gripe pneumónica;
  • Francisco Marto - Nasceu em 11 de Junho. Depois das primeiras aparições, Francisco "vivia intensamente a oração contemplativa e passava muitas horas seguidas em adoração em frente ao sacrário, na Igreja Paroquial de Fátima"**. "O Francisco era muito calmo, e tornou-se um místico. Ele viu como o Anjo adorou a Eucaristia".*** Morre com 10 anos, em casa, vítima de um surto de gripe pneumónica.

 

 Pais de Jacinta e Francisco Marto - Olímpia de Jesus e Manuel Pedro Marto (conhecido como Ti´Marto). Sempre apoiaram os seus filhos. Sr. Manuel "não sabia ler nem escrever mas era muito espiritual. Ele dizia: a maneira como eu eduquei os meus filhos eles não eram capazes de inventar uma história destas".***

 

Festa litúrgica de Jacinta e Francisco Marto - 20 de Fevereiro, dia da morte de Jacinta.

 

A Cerimónia - Irá ser realizada em português. No Vaticano esta cerimónia é em latim. É um ato reservado ao Papa desde Séc. XII.

pope-francis-707373_1920 (1).jpg 

Relicários de Jacinta e Francisco - Durante a cerimónia são apresentados reliquias de 1º grau dos propostos. De Jacinta há uma madeixa de cabelo, e de Francisco um fragmento de osso da costela. Serão colocados em relicários em forma de candeia, e transportados sob um véu branco cujo centro têm uma cruz do pano das vestes dos batizados de Jacinta e Francisco.

  • significado da candeia - um objeto muito utilizado na época, em que servia para romper as trevas. Estas crianças chamavam ao sol de Nossa Senhor e à lua a candeia de Nossa Senhora. O Papa João Paulo II, no dia da beatificação destas crianças disse: tornarão-se "candeias que Deus acendeu para iluminar a humanidade nas suas horas inquietas e sombrias";
  • significado do véu - Estas crianças ousaram entregar a sua vida para Deus e para os outros, conforme a vocação que o Batismo nos confere. Tornaram-se "reflexo da luz branca com que Deus ilumina o mundo"**
  • significado de relicário de santo - dedicarei, em breve, um post a este assunto.

 

 

Processo de Canonização - Durou 65 anos. Se observar a cronologia do processo de Jacinta e Francisco Marto ficará com uma ideia concreta.

 

Cronologia do Processo:

  • 1952.04.30. Primeira sessão dos Processos Diocesanos sobre a vida, virtudes e fama de santidade de Francisco e de Jacinta Marto.
  • 1979.06.02. Conclusão do Processo Diocesano sobre a vida, virtudes e fama de santidade de Jacinta.
  • 1979.08.03. Conclusão do Processo Diocesano sobre a vida, virtudes e fama de santidade de Francisco.
  • 1981. Sessão plenária da Congregação das Causas dos Santos dedicada ao tema da possibilidade de se canonizar crianças, cujo resultado é unanimemente positivo. 
  • 1988. Entrega das Positio Super Virtutibus de Francisco e de Jacinta à Congregação das Causas dos Santos.
  • 1989.05.13. João Paulo II assina o Decreto sobre a heroicidade das virtudes de Francisco e Jacinta Marto.
  • 1997. Instrução do Processo Diocesano super miro, para discernir a cura de uma mulher portuguesa de uma paraplegia, atribuída à intercessão dos irmãos Marto.
  • 1999. Conclusão do Processo Diocesano, que declara a cura como rápida, completa, duradoura e cientificamente inexplicável. Redação e entrega da Positio super miro à Congregação das Causas dos Santos.
  • 1999.06.28. Promulgação, pelo Papa João Paulo II, do decreto da cura miraculosa por intercessão de Francisco e Jacinta, aprovando a sua beatificação.
  • 2000.05.13. Beatificação de Francisco e Jacinta por João Paulo II, em Fátima.
  • 2016. Instrução do Processo Diocesano super miro, para discernir a cura de uma criança brasileira, atribuída à intercessão dos Beatos Francisco e Jacinta Marto.
  • 2017. Conclusão do Processo Diocesano, que declara a cura como rápida, completa, duradoura e cientificamente inexplicável. Redação e entrega da Positio super miro à Congregação das Causas dos Santos.
  • 2017.03.23. Promulgação, pelo Papa Francisco, do Decreto da cura miraculosa por intercessão dos Beatos Francisco e Jacinta, aprovando a sua canonização.
  • 2017.04.20. Consistório onde se anunciou a Canonização para o dia 13 de maio de 2017, em Fátima.

 

 

Descrição da Cerimónia:

Depois do cântico e rito inicial, Bispo de Leiria-Fátima, Dom António Marto fará a petição e uma breve apresentação da biografia dos dois novos santos. Este e a postuladora da causa, Irmã Ângela Coelho, pedirão em três momentos sucessivos que os beatos sejam inscritos no "Album dos Santos".

Em seguida invocar-se-á a ladainha dos Santos.

O Papa Francisco solicitará a Deus que aceite as nossas preces e passará a ler a formula de canonização:

"Em honra da Santíssima Trindade, para exaltação da fé católica e incremento da vida cristã, com a autoridade de Nosso Senhor Jesus Cristo, dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo e a nossa, após ter longamente refletido, invocado várias vezes o auxílio divino e escutado o parecer dos nossos irmãos no episcopado, declaramos  e definimos como Santos os Beatos Francisco e Jacinta Marto, inscrevemo-los no Álbum dos Santos e estabelecemos que em toda a Igreja eles sejam devotamente honrados entre os Santos".

Os dois novos relicários serão colocados junto ao altar, sendo transportados pela Irmã Ãngela Coelho e por Pedro Valinho, atual Diretor do Serviço de Peregrinos do Santuário.

Após a formula de canonização, D. António Marto e Irmã Ãngela Coelho agradecerão a proclamação e pedirão ao Papa que redija a Carta Apostólica relativo à canonização das duas crianças.

O fim deste cerimonial é a canção do Gloria, continuando a Eucaristia de forma habitual.

No final da Eucaristia os dois relicários deixarão o altar e acompanharão o andor de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em cortejo, até à Capelinha das Aparições onde ficarão em exposição até ao fim do dia.

 

E é assim que Deus se vai manifestando junto dos mais pequenos e mais simples.

A sério? Um conselho: lê este post - AQUI

IMG_1510-001.JPG

 * Palavras do Cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos;

** Palavras do Santuário de Fátima;

*** Palavra da Agência Ecclesia - Fátima: Francisco o "místico" e Jacinta "novelo de amor";

Informações da Cronologia do Processo retiradas de artigo de Agência Ecclesia "Fátima: As datas do processo de canonização de Francisco e Jacinta (cronologia);

Informações sobre a descrição da Cerimónia retiradas de artigo de Agência Ecclesia "Fátima: Papa Francisco vai presidir à primeira canonização de sempre em Portugal.

 

13
Set16

Vaticano: Teresa de Calcutá parte 1

Helena Le Blanc

Eu tive a graça de estar presente na praça de S. Pedro quando o Papa Francisco declarou que a beata Madre Teresa de Calcutá é SANTA.

Ainda não percebi realmente como tudo aconteceu.

Entendam: eu sei como tudo aconteceu mas de uma ideia quase impossível  passou a ser uma possibilidade que realmente se concretizou!

UAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Foi uma experiência muito intensa, que teve de tudo um pouco: os primeiro e os últimos, o muito e o pouco, o alto e o baixo, o mais e o menos, etc...

O meu marido não gosta de multidões, nem sequer de viajar. Prefere a sua casa, o seu colchão. No entanto, porque me ama, aceitou acompanhar-me nesta oportunidade única: estar lá, na canonização de Santa Teresa de Calcutá.Sem Título.jpg

Adorei cada instante... mesmo de baixo de condições extremas! Foi especial: cada minuto ficou marcado (alguns a ferros) na minha memória. Mais do que as palavras (neste século em que vivemos) deixo-Vos as imagens:

_DSC5893.JPG_DSC5895 (1).JPG

 

 

 

 

_DSC5905.JPG

_DSC5915.JPG_DSC5912.JPG

_DSC5918.JPG_DSC5921.JPG

_DSC5925.JPG_DSC5927.JPG

_DSC5928.JPG_DSC5930.JPG

_DSC5974.JPG

_DSC6103.JPG

O grupo juntou-se para entrar na praça de S. Pedro.

_DSC6115.JPG

_DSC6118.JPG

_DSC6130.JPG

_DSC6145.JPG_DSC6146-001.JPG

_DSC6143.JPG

_DSC6148.JPG_DSC6138.JPG

 

_DSC6150.JPG_DSC6187 (2).JPG

_DSC6163.JPG

 Enquanto esperávamos por sua Santidade, ouvimos músicas deste coro:

_DSC6182.JPG

 Apesar de ainda estarem a "compor" o espaço, iniciou-se o "Acolhimento". 

_DSC6194.JPG

 O Dr. Manuel Lemos a acolher os peregrinos em português:

_DSC6195.JPG

 Se desguida vimos uma pequena apresentação de dança:

_DSC6201.JPG_DSC6202.JPG

_DSC6205.JPG

_DSC6208.JPG

_DSC6207-001.JPG

 Ouvimos diversos testemunhos de vida, em italiano ou inglês. Esta foto é de uma família em que todos os elementos falaram sobre a sua experiência:

_DSC6248.JPG

 _DSC6263.JPG

_DSC6256.JPG_DSC6264.JPG

_DSC6275.JPG

 Este grupo, da Índia, apresentou uma bela canção, com expressão corporal, e que acolheu o Papa Francisco:

_DSC6286 (1).JPG

_DSC6300.JPG_DSC6302-001.JPG

Neste encontro, convocado pelo Papa, estiveram representados todos os grupos voluntários e operadores da Misericórdia.

_DSC6308.JPG

_DSC6311.JPG

_DSC6383.JPG

 O Papa Francisco, depois de ocupar o seu lugar, começou por ouvir uma introdução/apresentação, em que contextualizava o encontro e onde foram enumerados os países que estavam representados naquele encontro.

_DSC6395.JPG

Seguiu-se de mais um testemunho. Tive pena não ter conseguido perceber tudo relativo a este. Entendi que o Sr. num belo dia, depois de ter chegado a sua casa, aparece-lhe a polícia especial à sua porta com uma acusação de pertencer à Máfia. Foi preso. Não consegui entender muito mais porque foi em italiano e o Sr. estava muito emocionado a contar a sua história.

_DSC6402.JPG

Aqui ouvimos uma Missionária da Caridade a falar da sua experiência numa zona de guerra.

_DSC6410 (1).JPG

_DSC6415.JPG

E chegou o momento da catequese do Papa Francisco:

_DSC6421.JPG

 O texto da catequese: clica AQUI

 

Quando terminou o Santo Padre subiu no papamóvel e deu diversas voltas à praça. Não consegui nenhuma boa foto desta maior proximidade. 

_DSC6376.JPG

Depois observei ao afastar da praça, no fim da avenida, uma coisa interessante: uma "barraquinha" da Misericórdia que fornecia aos grupos uma cruz e um texto-guião. Como quando entramos foi por uma das laterais, não me apercebi desta atividade o acesso principal. Reparei que a fila era grande para esta barraquinha. A meio do caminho paravam: suponho que era para rezar...

_DSC6429.JPG

_DSC6431.JPG

_DSC6434.JPG

Uma bela maneira de entrar na praça de S. Pedro!

_DSC6438.JPG

Afasta-mo-nos para descansar, almoçar, sentar, relaxar...

_DSC6444.JPG

E refletir...

_DSC6461.JPG

 

 Cara Amiga/o, continuo no próximo post 

(tirei demasiadas fotos e não consigo escolher!)

 

 

03
Set16

o silêncio na minha vida

Helena Le Blanc

"Silêncio do espírito e do coração" 

 

Santa Madre Teresa de Calcutá, num belo dia, disse: "não podemos falar antes de O escutar no silêncio dos nossos corações."*

Isto ainda à cerca do segredo dela: simplesmente rezar.

IMG_4952 (1).jpg

"A oração começa pelo silêncio interior".*

"Se queremos rezar, temos que aprender a escutar primeiro porque Deus fala no silêncio do coração".

Penso: ontem quantas vezes é que o meu espírito e coração estiveram em silêncio? Acho que nenhuma. Estou a lembrar-me do momento mais pacifico que tive: conduzir quatro viagens, entre Sangalhos e Anadia.

Estive em silêncio, a conduzir e a observar? Não.

Ouvi o www.passo-a-rezar.net. Ok. É um mini programa de 10 minutos de oração diária, mas... onde está o meu silêncio? O silêncio do espírito, dos olhos, das palavras?

Não está.

Não tenho.

 

Silêncio - ausência total ou relativa de sons; ausência de comunicação, ainda que por meios diferentes da fala.

Voto de silêncio - algumas Ordens religiosas católicas fazem este voto: redimir toda a vida num sagrado silêncio durante o trabalho e oração.

 

Não falar durante algum tempo até consigo: há dias que é uma bênção. Mas silenciar o meu espírito e coração? Aí está uma coisa complicada para mim.

A Madre Teresa de Calcutá refere o exemplo de Maria, a Mãe de Jesus. Nos 4 evangelhos, e Atos dos Apóstolos, verifica-se que Nossa Senhora é uma pessoa silenciosa. É assim que é retratada em filmes e peças visuais. "Guardava todas as recordações como um bem precioso e meditava-as no seu coração".* Foram várias as situações que ela poderia ter interferido, falado e silenciado os demais. Mas ela sempre optou pelo silêncio, pois era nele que encontrava a união íntima com Deus. Ela dava a primazia a Deus, para resolver e solucionar.

IMG_1260.jpg

Silenciar os meus olhos? Outra coisa complicada. 

"Os nossos olhos são como janelas através das quais Cristo ou o mundo chegam ao nosso coração. Precisamos frequentemente de muita coragem para os manter fechados". *

É difícil escolher não ver, desviar o nosso olhar ou fechar os olhos. Quantas vezes faço isto? 

Raramente, para não dizer nunca (e parecer muito mal).

A Madre afirma vivamente que Deus fala-nos por intermédio das outras pessoas, mas para isso é preciso nos calarmos e ouvirmos as outras pessoas.

Quantas vezes eu me calo para ouvir deliberadamente, e não por expetativa e curiosidade? Raramente.

Também diz que quando meditamos, Deus fala diretamente connosco.

IMG_5138.jpg

Na criação, as flores, as árvores, as ervas crescem em silêncio profundo. As estrelas a lua e o sol deslocam-se em silêncio.

E eu?

Eu sou uma pessoa barulhenta, que procura atrair todas as atenções!

 

"O essencial não está naquilo que dizemos, mas naquilo que Deus nos diz e naquilo que Ele transmite por nosso intermédio".*

 

Meu Deus, Meu Pai.... Eu não consigo sem a tua ajuda. Sou demasiadamente humana. Concedei-me a graça de silenciar os meus olhos, o meu espírito e o meu coração, para poder estar em união íntima contigo.

 

IMG_4962.jpg

 

in ""Oração: Frescura de uma Fonte", capítulo 4, 

de Madre Teresa de Calcutá e do Irmão Roger de Taizé, Edições Paulus, 2006

 

Sigam-me

Comentários recentes

  • Anónimo

    Regular updates to the countdown to the Day of the...

  • Helena Le Blanc

    Ola!Obrigada Sr./Sr.ª Desconhecido(a).Vou dar notí...

  • Anónimo

    Mudou-se para o sapo e nunca mais escreveu?Dê notí...

  • Bruxa Mimi

    Boas leituras, Lena!Bjs,Mimi

  • Anónimo

    Bela ideia! Acho que o senhor padre este ano quer ...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mais sobre mim

foto do autor