Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Mudei de plano! rrrr....

04.02.19, Helena Le Blanc
No segundo dia do plano que tinha escolhido para ler a Bíblia, "Hope in The Psalms" - Esperança nos Salmos, deparei-me com um grande problema. Se repararem no plano, dia 2, estava previsto o Salmo n.º 9, versículo 18 (numero no início de cada frase na Bíblia - versículo).  Acontece que é um só versículo e mais nada. Só uma frase. Não; aquele versículo específico não me dizia nada de nada. Percebi que um bom plano tem que ter um texto para cada dia e não sómente uma frase (...)

Os Três Reis Magos cá de casa!

06.01.16, Helena Le Blanc
Como se aproximava o dia dos Três Reis Magos, e porque sei que na escolinha do Xavier vão fazer a "tradicional" coroa, decidi, neste novo ano, promover umas atividades cá em casa alusivas ao acontecimento. Não têm que ser só as Sr.ªs Educadoras ou as Sr.as Catequistas a falarem nestas matérias! Nós, pais, também poderemos preparar umas atividades familiares e divertirmo-nos muito! Fui à internet para pesquisar um bocadinho. Encontrei algumas ideias que me agradaram e durante (...)

Uma catequese muito diferente!

02.11.15, Helena Le Blanc
Neste ultimo sábado, a catequese foi a 2ª parte de "De Isaac e Rebeca ao sacramento do Matrimónio" - 2º Mistério - As bodas de Caná, pag. 43 do 1º volume dos Mistérios da Fé de Teresa Power (Evangelização Familiar, Edições Salesianas).  E a história a transmitir ou a relembrar eram as Bodas de Caná do Novo Testamento. Não seria a primeira vez que as crianças iriam ouvir esta história. Assim, decidi pegar em material que eu tinha guardado de há um ano atrás sobre uma (...)

Uma surpresa no Portugal dos Pequeninos

28.09.15, Helena Le Blanc
Neste verão, fomos visitar o Portugal dos Pequeninos, em Coimbra. Eu já conhecia, da minha infância, mas o James desconhecia este espaço. Ficou muito bem impressionado (à exceçao do preço do comboio, e do Museu da Barbie que cheirava intensamente a suor). O Xavier ao entrar ficou muito acanhado, demonstrando timidez. Nós tivemos que o ajudar a entrar nas casinhas e a explorar todos os espaços. Eu e o meu marido decidimos fazer vez à vez, para as nossas costas não sofrerem tanto. (...)