Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica à procura do colinho do SENHOR!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica à procura do colinho do SENHOR!

Um desafio para este Novo Ano

Janeiro 07, 2018

Caras Amigas e Amigos:

 

Antes de mais espero que tenham tido uma Santa noite de Natal e um belo início de Novo Ano!

Eu e a minha família tivemos muito bons momentos e diversas peripécias que tornaram-se "no tempero" destas festas. Se nos mantivermos abertos a todos os imprevistos e circunstâncias, flexíveis e confiantes, estas peripécias são bem vindas porque trazem sempre boas surpresas. É como as moedas, todas têm dois lados! Qualquer acontecimento nas nossas vidas têm dois lados, ficando somente a depender para que lado decidimos olhar.

Claro que se um dos lados da moeda é sofrimento e dor, torna-se muito difícil mas se pedirmos forças a Deus, a Jesus e/ou ao Espírito Santo, quase naturalmente transferimos os nossos sentidos e coração para o outro lado da moeda.

Aproximando-se o Novo Ano eu fiz uma avaliação do ano de 2017 e tomei (mais uma vez) decisões que senti que seriam importantes para mim e para a minha família!

Uma delas foi responder a um desafio de ler a bíblia em 180 dias. Gostei do desafio. Sempre achei que os planos para ler a bíblia num ano eram demasiado longos... Assim quando ouvi este numero senti-me desafiada. Não sei se os 180 dias fizeram eco em mim por causa das minhas memórias infantis mas simplesmente achei que sim.

 

people-2590997_1920.jpg

 

Procurei saber mais do desafio e da sua autora (americana) e inscrevi-me. Há um grupo de pessoas que também aceitaram e todos nós formamos uma espécie de club de leitura em que partilhamos as nossas reflexões num grupo fechado do Facebook.

Temos 6 dias por semana de leitura, sendo o domingo o dia de descanso. Para além da leitura e das partilhas também recebemos um email semanal com diverso material (escrito e vídeos) sobre as leituras da semana para quem quer aprofundar mais.

Ao fim da primeira semana estou a gostar muito e muito. Lemos metade do livro dos Génesis, o livro de Job e seis Salmos. É difícil, sim! Mas está a ser um caminho de muitas descobertas. Muito interessante. Exige muita disciplina e gestão do tempo pessoal (com o familiar e profissional). Eu, para além de ler a bíblia e as partilhas dos outros companheiros de jornada, também estou a tomar notas no meu diário espiritual. E por isso não vou poder continuar a escrever posts, pelo menos nos próximos 6 meses. A minha prioridade, neste momento, é este projeto que quero concluir.

 

books-2158737_1280.jpg

 

Com a mudança do nome do blog muitos dos leitores habituais deixaram de acompanhar este blog e tenho muita pena. Mas espero que tenham encontrado outros blogs e sites que os alimentem espiritualmente. Há muito material na internet mas é preciso ter muito cuidado porque o Cristianismo é vasto e diverso. Deixo a recomendação: o site das Famílias de Caná (www.familiasdecana.pt).

E por falar em Famílias de Caná, o retiro em Fátima foi refrescante, desafiador, provocante e surpreendente. Houve surpresas, entre as quais a ÁRVORE DE JESSÉ das Famílias de Caná. Aqui fica outra alternativa à atividade Árvore de Jessé:http://www.familiasdecana.pt/blog/da-nascente/em-cana-da-galileia/arvore-de-jesse-com-texto-e-simbolos-novos/

Espero que Vocês também tenham aproveitado mais esta oportunidade de recomeçar, de tomar decisões, de fazer melhor na Vossa vida para Vocês, para a Vossa Família e para o Vosso próximo. 

E não se esqueçam: Vocês são muito especiais para Deus. Ora vejam:

"Antes de te formar no ventre de tua mãe, Eu te conheci; antes que fosses dado à luz, Eu te consagrei...", palavras de Deus. (Jeremias 1, 4-5)

 

bible-2615221_1280.png

 

"A graça e a paz vos sejam dadas da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo." Ámen. (2 COR 1, 2)

 

bible-2167778_1920.jpg

 

Árvore de Jessé - dia Dezassete

Dezembro 19, 2017

Terça-feira, dia 19 de Dezembro de 2017 - 17º dia do Advento/ dia dezassete para a Árvore de Jessé:

 

DIA 17

 

SÍMBOLO

 

 

BRASA VIVA

 

 

TEMA

 

 

O PERDÃO

 

 

BÍBLIA

 

 

ISAÍAS 6, 1 - 8

 

TEXTO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No ano em que o rei Uzias morreu, eu vi o Senhor assentado num trono alto e exaltado, e a aba de sua veste enchia o templo.

Acima dele estavam serafins; cada um deles tinha seis asas: com duas cobriam o rosto, com duas cobriam os pés e com duas voavam.

E proclamavam uns aos outros:
"Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos, a terra inteira está cheia da sua glória".

Ao som das suas vozes os batentes das portas tremeram, e o templo ficou cheio de fumaça.

Então gritei: Ai de mim! Estou perdido! Pois sou um homem de lábios impuros e vivo no meio de um povo de lábios impuros; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos!

Logo um dos serafins voou até mim trazendo uma brasa viva, que havia tirado do altar com uma tenaz.

Com ela tocou a minha boca e disse: "Veja, isto tocou os seus lábios; por isso, a sua culpa será removida, e o seu pecado será perdoado".

Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: "Quem enviarei? Quem irá por nós?"
E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me!

Texto retirado da bíblia: https://www.bibliaon.com/

ATIVIDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apagar todas as luzes e acender uma vela. Todos sentam-se à voltada vela e são convidados a olhar para esta a guardar silêncio. O que sentem diante da luz e da escuridão? Porque gostamos mais da luz que da escuridão?

Que trevas temos na nossa vida e na nossa sociedade? Como é que Deus nos ilumina? Porque se diz que Jesus é a luz do mundo?

Exercício retirado do Livro Técnicas & Dinâmicas para a Catequese de Rui Alberto, Edições Salesianas.

O “(…) símbolo é uma brasa numa tenaz, representando a purificação e o perdão concedidos a Isaías, antes de ser constituído profeta. Jesus, igual a nós em tudo, exceto no pecado, foi o verdadeiro mensageiro de Deus, enviado para perdoar os nossos pecados e fazer de nós um povo santo também.”

De Teresa Power, no Site Famílias de Caná, Orações/Árvore de Jessé

(Aqui:http://www.familiasdecana.pt/wp-content/uploads/2016/05/%C3%81rvore-de-Jess%C3%A9.pdf)

 

ORAÇÃO

 

 

 

 Meu Deus, obrigada pelos teus Profetas.

 

 

Colocar a imagem (símbolo) na Árvore de Jessé

 

pizza-oven-2709885_1920.jpg

 

17 DIA - ISAÍAS.pdf - Documentos em PDF do dia dezassete.

 

 

 

Dormir numa tenda na Missa!

Agosto 04, 2017

A nossa família teve a felicidade de participar no 1º Acampamento de Caná no ultimo fim de semana.

 

E sobre ele poderão ler os seguintes testemunhos:

  -  SITE Famílias de Caná - Textos de Teresa Power AQUI, AQUI, AQUI e AQUI

  -  Blog ADOTAR AMAR E VIVER - Texto de Olívia Batista - AQUI.

 

Comungo com tudo o que já foi escrito, e tenho a certeza que os próximos textos que a Teresa Power publicar a respeito farão todo o sentido para mim, como já é habitual. 

Portanto para não repetir o que já foi escrito (e muito bem escrito), irei partilhar como a minha família sentiu e vivenciou este acampamento.

 

DSC_0077 (1).JPG

Desde o primeiro momento que juntámo-nos à ideia de um acampamento no Cantinho da Mãe de Caná. E não estando em questão a nossa não participação, este acampamento aconteceu num (curto) período em que eu e o James estamos com dificuldades de sintonização enquanto casal. Ultimamente aconteceram algumas (pequenas) mudanças na nossa casa que baralhou um pouco as coisas.

Tivemos, como sabem um período de férias há pouco tempo que foi maravilhoso e enriquecedor em muitos aspetos, do meu ponto de vista.

Eu gostei muito. O meu marido não gostou. E não gostou porque estava doente, sentindo-se fraco e com males estares constantes; não gostou porque esteve sempre nervoso durante as viagens já que fui eu que conduzi o carro para aprender a conduzir sem mudanças; não gostou porque apesar dos seus períodos de descanso acordava ainda muito cansado; não gostou porque as nossas cadelas ainda novinhas são muito rebeldes e uma delas iniciou o cio sem estarmos preparados numa casa estranha; não gostou porque não conseguiu ter a energia necessária para brincar com o nosso filho....

Recado: James, afinal acabei mesmo por escrever sobre isso.

 

Portanto retomando, temos os dois andado distantes um do outro, apesar do nosso ritmo quotidiano normal. Assim, fomos para este acampamento com "tralha" nos nossos corações.

Ele preparou as coisas para levar. Eu preparei as coisas para levar.

Chegou a sexta-feira e fui buscar um Xavier super-hiper-excitado que passou o dia na escolinha a dizer que ia dormir numa tenda na missa. Acho que ninguém realmente percebeu o que o Xavier queria dizer. 

E lá fomos os 3 dormir numa tenda na Missa.

DSC_0056.JPGDSC_0046.JPG

Foi a primeira vez que nós os 3 acampamos: tenda nova, colchões novos, rotinas novas.

 

Eu durmo deste lado e tu daquele. O Xavier dorme desse lado. Os sacos da roupa aqui. Porquê uma mesa na tenda? O saco do lixo é aqui. Não há almofadas suficientes. Onde param as lanternas? Desliga a música. Não precisas de levar a cadeira. Precisas realmente de tantas baterias?

Tivemos de ajustar-nos de muitas formas e feitios. Não foi difícil, simplesmente foi novidade.

F991D275-9D13-4D39-A71A-E80AE3ADEC63.JPG

À primeira vista poderia ter-nos parecido difícil, não só por acampar em si, mas também pelo programa que nos esperava. Iríamos ter muitos momentos espirituais e não sabíamos até que ponto nos iríamos sentir bem.

Nós já sabíamos que os retiros até que são interessantes, mas com acampamento perto da nossa casa? hummm

 

DSC_0397 (3).JPG

Pois bem, sentimo-nos felizes e muito bem em todos momentos. Tivemos diversas Eucaristias, uma Via-sacra, um momento de Adoração, a Reconciliação, Orações, serão bíblico e diversos Terços.

O James, no final e muito admirado, disse-me: "Afinal não tive que carregar o meu telemóvel. Mal o utilizei."

Eu, apesar de outras, fiquei com esta forte recordação (e lição): a calma e a paciência de um casal com os seus 4 filhos, dos 8 meses aos 6/7 anos (suponho)!  Fizeram-me sentir tão envergonhada! Eu que sou mãe de um e não há dia em que grite ou berre pelo menos uma vez! 

Desde o acampamento tenho feito o esforço para não gritar ou berrar. Nada. E quando me esqueço vêm imediatamente à minha mente o dito casal e a sua família.

 

Em jeito de conclusão, eu e o James tivemos a oportunidade, durante as atividades, de conviver e observar outras famílias, mas também de falarmos um com o outro sobre a nossa tralha. Não "destralhamos" tudo mas começamos e demos um grande avanço. 

Aqui ficam mais algumas fotografias deste fantástico primeiro acampamento das Famílias de Caná:

DSC_0017.JPGDSC_0024.JPG

DSC_0034.JPGDSC_0044.JPG

DSC_0008.JPGDSC_0007.JPG

DSC_0063.JPGDSC_0071.JPG

DSC_0075.JPGDSC_0085.JPG

DSC_0102.JPGDSC_0103.JPG

DSC_0111 (1).JPGDSC_0120.JPG

DSC_0122.JPGDSC_0128.JPG

DSC_0115.JPGDSC_0131.JPG

DSC_0132.JPGDSC_0136.JPG

DSC_0140.JPGDSC_0142.JPG

DSC_0213.JPGDSC_0203.JPG

DSC_0219.JPGDSC_0221.JPG

DSC_0236.JPGDSC_0240.JPG

DSC_0242.JPGDSC_0250.JPG

DSC_0254.JPGDSC_0255.JPG

DSC_0257.JPGDSC_0260.JPG

DSC_0265.JPGDSC_0271.JPG

DSC_0296.JPGDSC_0303.JPG

DSC_0311.JPGDSC_0312.JPG

DSC_0320.JPGDSC_0324.JPG

DSC_0330.JPGDSC_0335.JPG

DSC_0340.JPGDSC_0342.JPG

DSC_0348.JPGDSC_0351.JPG

DSC_0358.JPGDSC_0366.JPG

DSC_0374.JPGDSC_0383.JPG

DSC_0385.JPGDSC_0386.JPG

DSC_0398.JPGDSC_9954.JPG

DSC_9955.JPGDSC_9957.JPG

DSC_9959.JPGDSC_9964.JPG

DSC_9969.JPGDSC_9970.JPG

DSC_9976.JPGDSC_9981.JPG

DSC_9983.JPGDSC_9984.JPG

DSC_9989.JPGDSC_9990.JPG

DSC_9999.JPGEEF4ABFF-67D8-4E83-91FE-7344B85D1977.JPG

DSC_0079.JPG

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim