Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Janeiro de 2019

25.01.19, Helena Le Blanc
É difícil recomeçar. Cada vez que caio a parte mais difícil é voltar a alinhar-me, acertar no caminho. É um esforço grande já que manter-me caída é muito confortável, tem as suas vantagens e a grande parte delas são até interessantes! Mas apesar desta preguiça, conforto e regalias, tinha consciência (de vez em quando) que não era bom para mim e para a minha família. Fui adiando e empurrando para o fundo do coração, se é que há um fundo! Tentei manter ativos alguns (...)

Sou Católico mas... há coisas que digo não.

11.06.18, Helena Le Blanc
  Esta coisa da religião, e especialmente a minha (Católica Apostólica Romana) não é coisa fácil! Não é não Senhor! Há muita coisa que não se percebe, regras e mais regras, contradições entre os procedimentos das Paróquias, Sr.s Padres a dizerem uma coisa e outros a fecharem-se em copas; e para não falar da doutrina, da Bíblia, do Catecismo, das orações e mais orações! Não esqueçamos a Homossexualidade, Ideologia de Género, Aborto, Eutanásia, Divórcio, etc... S (...)

A Fé traumatiza a criança?

16.09.17, Helena Le Blanc
De vez em quando assaltam-me algumas duvidas quando vejo pequenos sinais da nossa Fé no meu filho. Por exemplo, neste verão ele esteve com uma jovem amiga durante uma semana cá em casa. Brincou muito com ele e fizeram diversas atividades. Em alguns dias, quando chegava a casa, tinha surpresas à minha espera: Bem, neste caso foi uma surpresa para o Pai, a sua prenda de anos. Mas tive mais, por exemplo esta: Entre outras, o que chamou mais atenção foi isto: Nessa noite o nosso (...)

Percebo o que faço na Igreja?

11.07.17, Helena Le Blanc
Ultimamente tenho-me dirigido à Eucaristia com ansiedade. Ansiedade por perceber qual é a mensagem especial para mim e para a minha vida, que poderá ser uma frase do evangelho, de uma das leituras, de um pensamento do sacerdote, de uma formula liturgica ou eucaristica que nunca tinha prestado atenção, de um cantico, etc... Acontece que num destes domingos decidi pegar num jornal (penso ser mensal) que costuma a estar na entrada do Santuário. Achei que iria precisar de um apoio extra, (...)

Uma surpresa num aeroporto...

23.04.17, Helena Le Blanc
O James, apesar de não gostar nada, de vez em quando viaja por causa da sua atividade profissional. Eu sempre que oiço as queixas dele nas vésperas de uma viagem penso o seguinte: "Deus (de facto) dá nozes a quem não tem dentes!" Numa das ultimas viagens o meu marido chegou com uma grande novidade. Ele descobriu num dos aeroportos europeus uma capela! Que novidade! Nunca me tinha passado pela cabeça esta possibilidade... mas pensando bem até que faz muito sentido. São tantas (...)

Estamos de férias!

14.06.16, Helena Le Blanc
A minha família conseguiu ter uma semana de férias no início deste verão! Estávamos a precisar. Parar para estar juntos! Apesar de um início atribulado, conseguimos conciliar tudo, até mesmo a instabilidade atmosférica. Para quem nos segue no facebook, temos colocado fotos e vídeos das nossas atividades.   Estar de férias significa: 1-  estar com quem mais amamos todas as horas do dia - um verdadeiro desafio; 2 - ceder e deixar-nos levar pelo imprevisto e pelas opiniões dos (...)

A cristandade têm "problemas" com Maria!

31.05.16, Helena Le Blanc
Encontrei um pequeno livro que resume a doutrina mariana.  Um dos capítulos é dedicado aos dogmas marianos, ou seja, aos pilares que assentam a nossa Fé.  Dogma significa "Eu acredito". É uma afirmação de Fé. Só uma pessoa tem autoridade para este tipo de afirmações: o PAPA em união com todos os bispos do mundo, os sucessores dos Apóstolos. Até entendo: se todos (e são muitos) concordam e aceitam aquela afirmação como verdade, é porque sem dúvida nenhuma é fruto do (...)

As mulheres e os homens na igreja!

11.05.16, Helena Le Blanc
Este ano, graças a Deus, tenho tido muitas oportunidades para ir até ao Santuário de Fátima, por motivos diferente (Famílias de Caná, a minha família, Acólitos, Trabalho). Numa destas vezes, estava com o meu filho. Fomos os dois até à Capelinha das Aparições. Sentei-me no chão (com um livro no regaço) e ele manteve-se perto de mim a brincar, pois tinha uma mochila cheia de pequenos brinquedos. Tentei escolher o melhor sítio, tendo em conta o vento que estava nesse dia, o (...)