Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Shemá - o que é isso?

19.09.15, Helena Le Blanc

 Nas Famílias de Caná, a quarta bilha fala-nos do canto de oração:

 

A Família de Caná constrói em casa um lugar para a oração e aí se reúne uma vez por dia, em clima de alegria e simplicidade, para catequisar os filhos, para aprofundar a fé e para rezar. Todos os dias, a sua oração começa com a afirmação do primado de Deus, manifestado no amor ao próximo:

 

Shemá:


“Escuta Israel
O Senhor nosso Deus é o único Senhor.
Amarás o Senhor com todo o teu coração
Com toda a tua alma e com todas as tuas forças
E amarás o próximo como a ti mesmo.
Faz isto e serás feliz.
Ámen!” (Lc 10, 27-28)

 Mas o que é isto de "SHEMÁ" ?

 

cruz-recordatorio-shema.jpg

 

 É o nome de uma das orações mais importantes dos judeus. Esta oração está na Tora (o livro principal da religião Judaica). Jesus cresceu a aprender o que estava escrito na Tora (e que são os primeiros cinco livros da nossa Bíblia, ou seja, o Génesis, o êxodo, o Levítico, os Números e o Deuteronómio) que relata a criação do mundo, a origem da humanidade, do pacto de deus com Abraão, a libertação de Isarel do Egito, a sua peregrinação de quarenta anos até à terra prometida, e os mandamentos da lei recebidos por Moisés. 

A tradição religiosa em que Jesus cresceu e foi educado era uma tradição rica em oração, em relação profunda com Deus, no empenho em estudar com alegria a Torá, na vivência das festas que expressam e alimentam o sentimento religioso. A partir do período do segundo Templo (586 a.e.c), a religião já era conhecida como Judaísmo.shema-israel-se-meu-povo-compacto-vinil-gbm-especi

A família de Jesus guardava o sábado, celebrava a Páscoa judaica, fazia peregrinações no Templo, não comia certos alimentos proibidos na Escritura, praticava a circuncisão e os rituais judaicos da purificação, freqüentava a sinagoga enfim, vivia de acordo com os mandamentos e seguia os ensinamentos dos rabinos.

 

 

O povo hebreu teve momentos menos bons durante a antiga aliança - o pacto feito entre Abraão e Deus. A humanidade desviou-se muitas vezes do compromisso que assumiu, em especial relativo à adoração a outros deuses. Por isso tornou-se muito importante esta oração, esta afirmação de fé e de confiança. A lealdade a Deus é inabalável. E os judeus tiveram e continuam a ter esta preocupação, de geração em geração, em nunca esquecer que Ele é terno, existe, existiu e existirá. O primeiro mandamento da LEI DE DEUS é exatamente isto: Amarás a Deus sobre TODAS AS COISAS.

transferir.jpg

 

O Shemá é recitado nas primeiras horas de todos os bebes, depois de nascerem, e antes de serem depositados no berço. O Shemá acompanha cada judeu ao longo da vida, desde o momento do nascimento até à hora da morte.

Qualquer judeu aprende, de cor, esta oração e recita-a duas vezes por dia (de manhã e à noite), dando entoações diferentes em algumas palavras. Cobrem os olhos com a mão direita, durante o primeiro verso para maior concentração, e procuram pronunciar cada palavra claramente, mesmo que isso leve tempo.

 

 “Escuta Israel
O Senhor nosso Deus é o único Senhor.
Amarás o Senhor com todo o teu coração
Com toda a tua alma e com todas as tuas forças
E amarás o próximo como a ti mesmo.
Faz isto e serás feliz.
Ámen!”

 

Por isso a  crença no Deus único, a confiança na presença amorosa de Deus que liberta, a aliança feita com Abraão, Isaac, Jacó, a revelação através de Moisés transmitida nas Escrituras, a importância, da prática da justiça, do culto, da oração, do amor ao próximo. Isso tudo e muito mais, é herança judaica, que está nas raízes da nossa fé cristã.

E esta é a minha surpresa: temos muito a aprender com os judeus!

 Yosef.jpg

 

2 comentários

Comentar post