Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Há muitas coisas erradas na Igreja!

19.10.15, Helena Le Blanc

- Não concordo com a igreja!

- Há muitas coisas erradas na igreja!

- Não consigo perceber algumas questões!

- A igreja não está atualizada nos novos tempos, não se moderniza!

 

Eu oiço este tipo de comentários muitas vezes.

Eu próprio, numa altura da minha vida, zangada com a Igreja, afastei-me e pensei algumas dessas coisas.

Hoje não digo que tudo esta bem na igreja, mas faço mais pela Igreja e pela mudança estando presente do que estar afastada criticando tudo.

Eu ao criticar não tenho nenhuma consequência boa, mas estando presente, no meio da igreja, vou promovendo a mudança. 

Como?

 

Pois!

A igreja tem esta grande dificuldade de se expressar de forma mais simples! Há tanta coisa que eu tenho descoberto e que os consagrados (bispos, padres, irmãs, monjes, frades, etc) não conseguem se fazer entender. É difícil perceber a linguagem deles!  A igreja tem uma linguagem difícil! E é por isso que eu não entendida muitas coisas (e continuo a não entender). Quando decidi procurar saber mais, é que descobri tanto, tanto...  Muitas coisas começaram a fazer sentido e eu comecei a mudar o meu comportamento. 

Retomando, como?

 

Se todos os batizados juntarem-se e forem transmitindo mais ou menos a mesma coisa, isso é acção do Espírito Santo!

Nós, católicos, todos juntos, mais concordantes nisto ou naquilo, ao expressarmos (mais ou menos) as mesmas coisas estamos sob a acção do Espírito Santo.

O Papa Francisco apela aos consagrados para "confiarem na intuição do Povo de Deus". E continua dizendo: " a intuição que o Povo de Deus tem em discernir os novos caminhos que o Senhor abre à Igreja". E explica ainda que "o Povo de Deus é santo em razão da unção recebida de Deus que o torna infalível no crer".

Todos nós quando somos batizados (e mais tarde crismados) somos "ungidos", somo tocados diretamente por Deus! E todos juntos transmitimos a vontade de Deus! 

Mas... e se a Igreja não mudar nisto ou naquilo? Temos que continuar a estar presentes e a respeitar essas regras. Tal como o filho respeita as regras da mãe e do pai, sem as entender, mesmo que mais tarde chegue à conclusão que eram regras boas ou eram regras más!

Esta foi esta a surpresa que encontrei há alguns anos atrás, e que determinou a minha mudança pessoal.

Deus é amor e como tal Deus provavelmente não aprovará algumas coisas. Mas se ele verificar a nossa obediência às regras dos homens, em seu nome, é um esforço muito válido. Serão sacrifícios que ajudarão na remissão dos pecados e nos pedidos à  providência divina.(O que é providência divina)

Por isso é que é muito importante o sínodo que está a decorrer no Vaticano.

Nós precisamos de estar presentes na igreja e, com todo o respeito,  transmitir os nosso sentimentos (de agrado e tristeza) pelas coisas da igreja, para se tornarem as coisas de DEUS!

1612-Sínodo.jpg

Sínodo - quer dizer “caminhar juntos” ( em grego sýnodos). Pessoas são convocadas para se reunirem com o propósito de "caminhar juntos", seguindo um determinado plano. 

 

Podem acontecer em diferentes níveis (diocesano, por ex.). Mas o Sínodo que decorre e que todos falam é ao mais alto nível da hierarquia eclesial: o Papa Francisco convocou uma reunião universal dos bispos da Igreja católica (incluindo os das igrejas orientais católicas), com o objetivo de refletir, discutir e aconselhar o Papa sobre diversos assuntos, relacionados com a Família. Não estão presentes todos os bispos do mundo, mas os representantes eleitos das suas respetivas conferências episcopais (conjunto de bispos de um determinado território). 

Para além dos Bispos, também estão convocados leigos (Famílias) para estarem presentes no Sínodo.

Tema: “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo” (de 4 a 25 de Outubro)

Mas o Sínodo não está a começar agora. Começou no ano passado. Nessa 1ª parte do Sínodo, foi elaborado um documento, o "Instrumentum Laboris", e integra os contributos provenientes das respostas ao questionário que foi proposto às dioceses. Está dividido em 3 partes: a escuta dos desafios sobre a família, o discernimento da vocação familiar e a missão da família hoje. É o documento de trabalho do Sínodo. Este documento, em parte revela a "intuição" do Povo de Deus. A outra parte é oque transmitimos na nossa relação diária com a igreja, com o pároco, com o bispo, etc...

 

A igreja precisa de mudanças. As coisas como estão não estão bem! Isso está visto. Mas que mudanças é que são necessárias? Qual o melhor caminho? Uma reviravolta radical? Menos radical? Mais conservadora? 

O nosso Santo Papa precisa muito da nossa oração!

A minha família todos os dias reza um Pai Nosso e uma Avé Maria pelo nosso Bispo adotado, para que o Espírito Santo o ilumine e o guie nas suas intervenções. 

Nós precisamos de rezar ao nosso Deus e pedir a sua intercessão, a sua influência, uma providência divina!

 

Meu Deus, peço-te que ponhas as tuas mãos sobre este Sínodo!

Têm paciência com os pastores dos teus rebanhos.

Por vezes, até os melhores líderes

precisam de ajuda, de carinho, de colinho! 

Ajuda-nos! Ajuda-os a encontrar o caminho... para chegar até Ti! 

4 comentários

Comentar post