Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Um ano litúrgico que termina...

25.11.18, Helena Le Blanc

Confesso que...

Este ultimo ano litúrgico foi sempre a descer, dos máximos para os mínimos.

 

A igreja católica utiliza um calendário diferente, tal como a escola por exemplo. Tem na mesma 12 meses mas não começa no 1º dia de Janeiro nem termina no dia 31 de Dezembro.

O ano litúrgico começa no período do Advento (que antecede o Natal, quatro semanas antes) e termina no sábado anterior ao 1º Domingo do Advento. Hoje, ultimo domingo, do Ano Litúrgico celebrou-se o Cristo Rei. A igreja termina o ano relembrando que a vinda do Rei foi para nos mostrar qual era o caminho, a verdade e a vida (João 14, 6). Celebra-o enquanto Rei, muito desejado pelos hebreus, mas cuja "coroa foram espinhos, o trono uma cruz e jóias três cravos"*... O paraíso, o reino de Deus, a felicidade pura, a justiça e o amor, só são possíveis se estivermos no caminho certo, defendendo sempre a verdade, crua e nua, e discernindo os momentos de pura vida. O Salvador não era um Rei militar mas um Rei de valores.

 

Assim, como dizia, termino este ano litúrgico em baixa. Um conjunto de fatores e situações fizeram com que eu me distanciasse... de Deus. Pouco a pouco foi aumentando o meu deserto interior e diminuindo a minha disponibilidade para os outros. A porta do meu coração fechou-se.

Aconteceram-me coisas muito muito boas, especialmente ter ficado grávida de uma linda princesa! Melhor presente não podia ter recebido de Deus! Mas... quanto maiores os seus feitos na minha vida, maior a distância, a frieza, a descredibilidade na igreja (de pedra), o desamor pelos outros, a frustração nas ações paroquianas, o desapontamento pelo meu próprio comportamento...

À medida que me fui desapegando do mundo material, colocando-me em ultimo lugar, não aceitando convites e propostas, lendo a bíblia como guião diário, assistindo a decisões e comportamentos dos que me rodeiam, mantendo a minha boca fechada, fui interiormente "morrendo". Parece ser um contra-senso!

Com isto não quer dizer que coloquei tudo em causa - não, não senhor! Continuo a ter fé e a acreditar que Deus é o nosso princípio e ultima morada. Simplesmente eu não consigo colocar-me na sua presença, ouvir a sua voz no meu dia a dia, sair desta anestesia espiritual.

Procurei a Confissão/Reconciliação para conseguir "desbloquear" e o Sr. Padre, com muita paciência, ouviu e respondeu-me com duas frases:

- "Nada te perturbe!" - Como dizia a St. Teresa D´Àvila

- Jesus precisa de ti (e ele apontou um dedo para mim). Vais responder "NÃO"?

...

Nós humanos nada podemos na nossa miséria e arrogância. Por isso, peço a  graça de voltar a encontrar o caminho, a verdade e a vida. 

 

desert-279862_1920.jpg

* - Cântico "VIA CRUCIS" - Teresa Power do Movimento Famílias de Caná