Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

O nosso diário: aprendemos, vivemos e partilhamos a nossa Fé.

as surpresas de DEUS!

O nosso diário: aprendemos, vivemos e partilhamos a nossa Fé.

31
Out17

Holyween ou Hollyween: a nossa discussão doméstica!

Helena Le Blanc

Halloween ou Holyween? 

Quem nos conhece (e poderão observar pelo Facebook) sabe que há dois anos atrás o Halloween foi fortemente festejado cá em casa. Nem todos os anos o James tem essa oportunidade (por causa de viagens do seu trabalho).

12184162_10153746344093470_3262789947754703817_o.jpg12186738_10153746347113470_9148585469246822866_o.jpg

Todos os que passaram por nossa casa tinham um belo espetáculo à sua espera.

Na altura refleti sobre esta festa neste post/artigo: Halloween, e porque não?

Acontece que, em diversas conversas e leituras, percebi que esta noite, a noite de 31 de Outubro, tornou-se perigosa! 

Perigosa?

Pois, se os festejos do Dia das Bruxas eram divertidos e inocentes, passaram a ser complicados. Porquê? Porque as trevas, o verdadeiro mal, o tal anjo frustrado e furioso, decidiu inspirar os seus seguidores para utilizarem esta data para as suas cerimónias mais macabras. Isto quer dizer que de uma brincadeira passou a ser de facto real, o mal anda "à solta" e por isso facilmente uma criança que brinca (na sua inocência pura) às Bruxas, Esqueletos, etc... fica susceptível a fenómenos que ultrapassam a nossa compreensão, mas que efetivamente existem e que dão muito trabalho e preocupação aos Padres Exorcistas.

Assim, depois de eu saber e perceber isto tudo transmiti ao meu marido. O James não acredita. Acha que é um exagero já que na sua génese está cultos pagãos e que a Igreja é que aproveitou os mesmos transformando-os em dias santos. 

Não vou explicar a história de origem deste dia pois hoje vi vários artigos publicados no Facebook que explicam muito bem as origens e a evolução.

Portanto...

Nós temos andando há várias semanas "empatados" nesta discussão. 

O que fazer?

Halloween ou Holyween? 

E se fosse Halloween e Holyween? Perguntei ao meu marido há alguns dias atrás.

Numa pequena viagem que fizemos vi uma pintura do inferno e deu-me a ideia: e se pegássemos nas duas coisas?

O James têm uma cabeça de cavalo que gosta muito e quer usar. Então propôs-lhe eu vestir a cabeça de cavalo (uma coisa horrenda) e ele vestido de um Padre Exorcista que tenha sido Santo e imitarmos expulsar o demónio. Não achou boa ideia. Prefere ser ele a vestir a cabeça e eu vestir-me de Padre. Aqui batemos noutro assunto que tem sido de discussão entre nós, a ideologia do género!

Mas ok, não vamos dramatizar mais.

Assim, não sei o que irá acontecer esta noite já que surgiu uma reunião na Paróquia, depois do jantar (motivo ACÓLITOS) em que tenho que estar presente. Não sei se vou estar presente cá em casa neste momento mas vou deixar doces preparados e ele irá brincar um pouco. O nosso filho provavelmente estará vestido a David, o pequeno pastor que venceu o gigante gorilas e que se tornou o 2º Rei de Israel.

 

Nós sempre guardamos todos os fatos de carnaval e acessórios (mesmo de quando eu era pequena). Temos uma pequena coleção interessante cá em casa. Colocamos recentemente tudo num armário no quarto do Xavier para ele se divertir no faz de conta. Assim, olhamos para aquilo e decidimos participar no Hollyween da nossa paróquia em que desafiou-nos para aparecermos vestidos, no ultimo domingo, de um Santo. Só tivemos que adaptar. Assim, o fato de Carnaval da escolinha do ultimo domingo, transformou-se num fato de pastor. Só tivemos que arranjar um cinto que levasse os adereços (uma fisga e 5 pedrinha feitas de plasticina, uma flauta, um arco e flechas).

17098513_1467412839967119_4695549535383731323_n.jpg

Screenshot 2017-10-31 18.26.36.png

 Assim, devagar vamos passando do Halloween para Halloween e Holyween. Talvez daqui a uns anos já estaremos no  Halloween (A Festa da Santidade) cá em casa.

 

Para saberem mais sobre como foi o nosso ultimo domingo fica um post do Site das Famílias de Caná AQUI: http://www.familiasdecana.pt/blog/da-nascente/em-cana-da-galileia/holywins-2017/

22894170_10155998651343470_7115124932784358229_n.jpg

 

 

Sei que para muitos a ideia é estranha e de difícil aceitação pela família, mas se não dermos um primeiro passo nunca saberemos ou chegaremos lá. É preciso muita coragem para este primeiro passo sim, mas uma coisa Vos garanto: Deus está a ver e retribui sempre no dobro ou no triplo. 

E eu acho que devemos sempre fazer alguma coisa, porque "não fazer nada" não é uma opção para mim.

 

Desejo-Vos a todos uma Santa noite!

 

 

30
Out17

Já pensaste sobre a tua MORTE?

Helena Le Blanc

Hoje de manhã no carro:

- Hoje é segunda-feira, o primeiro dia da semana. Irás ter no colégio ginástica (com mais rigor expressão motora) e inglês. No final do dia o pai irá-te buscar para o futebol. Ok?

- Ok - diz o meu filho Xavier. - E amanhã?

- Amanhã é terça-feira. Depois da escola irás para casa. - Respondi eu.

- E depois?

- Depois é quarta-feira. Normalmente é dia de escola mas esta quarta-feira é especial, é feriado. Não há escola.

 

Silêncio no carro.

 

- Mãe porque é que é um dia especial?

- Porque relembramos todos os Santos. Os Santos são todas as pessoas que fizeram coisas boas e que depois da sua  morte são assim declarados. Procuraram cumprir a vontade de Deus. A Mãe nesse dia também irá visitar o sítio onde estão os corpos das pessoas da nossa família, cujos espíritos/almas estão junto de Deus. Se tu quiseres podes vir comigo.

- Isso é numa igreja?

- Não. O local chama-se cemitério. É muito parecido com um jardim, com muitas flores.

 

Silêncio no carro.

 

- Mãe eu não quero ir. 

- Eu disse-te que só irás se tu quiseres. Se não quiseres não há problema.

- Mãe, mas se tu fores ficas lá e já não voltas. 

- Não. Eu irei visitar esse jardim, rezar um bocadinho e depois virei embora. Se tu quiseres vir podes vir. Não tens que decidir já, podes pensar durante algum tempo.

- Ok.

 

E ele ficou a pensar nisto, e eu também.

A ideia de falar com ele sobre a morte é complicado apesar de não ter sido esta a nossa primeira conversa. Tento responder com verdade, simplicidade e certeza relativo ao que acredito. Pergunto-me como será para as famílias agnósticas ou ateias.

O Xavier sabe que existe, depois da morte outra vida, outro caminho, junto de Deus. Acabando a vida corporal tal como a conhecemos, a morte é uma passagem para uma realidade muito diferente que é eterna. Não há fim. 

A morte é a coisa mais certa para todos os seres vivos. Nós humanos sabemos que aparentemente somos feitos de carne e espírito mas há mais, muito mais. A ciência ajuda-nos a compreender cada vez mais tudo isto. Quem olha para trás, a história da revelação de Deus aos homens, consegue ter uma visão geral de todo o caminho que a humanidade já percorreu e que ainda falta percorrer.

O homem é o ser privilegiado de toda a criação: tem um corpo que lhe permite fazer coisas incríveis; tem um cérebro que lhe permite descobrir e compreender o mundo que o rodeia, com capacidades ainda desconhecidas; tem um coração que lhe permite sentir tanta coisa com maior ou menor intensidade; tem uma alma que permite elevar-nos a outras dimensões... Tudo isto com plena autonomia e independência.

Faz todo o sentido para mim que o homem seja o favorito de Deus, e que criado à sua semelhança têm a mesma essência divina. Se eu tivesse estado no lugar dos Anjos (os primeiros) provavelmente teria ficado furiosa e revoltada com Deus como alguns deles ficaram... porque não havia nenhuma necessidade desta humanidade.

Foi assim que um grupo deles se afastou de Deus e criaram o inferno, onde se vive a eterna ânsia pelo amor de Deus. 

Deus concedeu-nos a liberdade. Sim, liberdade para fazermos o que quisermos. Temos a liberdade de escolher, de tomar decisões. Apesar de Pai compreensivo e misericordioso, é PAI de toda a criação amando-nos por igual. Como tal se os seus filhos matam-se uns aos outros, ofendem-se uns aos outros, apontam-se uns aos outros, então que (mais) poderá Ele fazer? 

Os profetas, durante milénios, fartaram-se de falar acompanhados de sinais da presença de Deus. Deus inspirou à redação de um enorme Livro que tem tudo o que precisamos de saber para alcançar a salvação eterna.

Jesus Cristo, o seu primogénito, reencarnou e tentou ensinar-nos através de uma linguagem simples (as parábolas) e ações (os encontros e milagres). Entregou-se nas mãos da humanidade por inteiro para demonstrar o tamanho do amor de Deus e  reabrir o caminho que leva o homem para o Céu. Tudo isto porque obedeceu ao Pai em prol da criação favorita: a humanidade. 

Deus continua a permitir que Maria continue a visitar a humanidade, e suponho com esperança que a sua doçura de mãe amoleça os corações dos homens.

Por isso, volto a perguntar, que mais poderá Ele fazer?

O homem ao morrer é confrontado com a verdade e poderá pensar: Deus, tu que me amas tanto, porque é que não me avisas-te? Mas que mais poderá Deus fazer?

 

 

Tenho pensado muito sobre a minha própria morte e no que acontecerá a seguir. 

E tu, já pensaste na tua morte e do que encontrarás depois dela? 

 

pexels-photo-277184.jpeg

 

Sigam-me

Comentários recentes

  • Anónimo

    Regular updates to the countdown to the Day of the...

  • Helena Le Blanc

    Ola!Obrigada Sr./Sr.ª Desconhecido(a).Vou dar notí...

  • Anónimo

    Mudou-se para o sapo e nunca mais escreveu?Dê notí...

  • Bruxa Mimi

    Boas leituras, Lena!Bjs,Mimi

  • Anónimo

    Bela ideia! Acho que o senhor padre este ano quer ...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mais sobre mim

foto do autor