Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Mãe de Misericórdia

01.05.17, Helena Le Blanc

Recentemente, num grupo de amigos, eu comentei (efusivamente) o quanto a catequese é frustrante na maior parte das vezes, por variadíssimas razões!

Mas, na minha opinião, acho que a maior frustração é mesmo o pouco peso / impacto / influência que 1 hora de catequese semanal têm na vida das nossas crianças e jovens! A família é o lugar privilegiado para esta e outras coisas, um santuário de felicidade e de amor!

Um amigo, e colega de evangelização, depois de ouvir-me exclamou: calma porque continua a valer a pena! 

Será?!

Para mim a conversa (sem esperança) ficou encerradíssima!

Quando fui para a cama abri o meu novo livro. Ofereceram-me recentemente  "O Evangelho de Maria - Palavras de devoção do papa sobre Nossa Senhora" do Papa Francisco, Editora Planeta. Uma leitura muito a propósito deste mês de Maio - um mês muito especial como todos sabemos.

Primeiro capítulo: "A Mãe da Misericórdia". Encontrei uma mensagem à minha espera: paciência.

Pois é, paciência!IMG_2466.JPG

Mas não era no sentido de eu ter paciência. Nada disso. O que eu li foi que é Deus que tem muita paciência com todos nós, com cada um de nós.

"Deus sabe esperar. (...) Ele vê, melhor do que nós a imoralidade e o mal, mas vê também os rebentos do bem e aguarda esperançoso que cresçam. Deus é paciente, sabe esperar. (...) o mal não têm a ultima palavra. E é graças a este paciente espera de Deus que o joio, ou seja, o coração mau com tantos pecados, no final pode tornar-se trigo."

Pois é Lena, perdeste uma oportunidade para "estares calada"! Porquê não confiar em Deus?! Ele lá sabe o que faz e porque o faz, e quem sou eu para estar cheia de frustrações??!!

Nós (catequistas) somos instrumentos dos desígnios do Senhor. 

"É Vontade de nosso Pai que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade. Ele usa de paciência, porque não quer que ninguém se perca". (N.º 2822 Catecismo Universal da Igreja)

Assim, podemos ter a certeza que um dos aspetos da Misericórdia do Pai, é a sua infinita paciência para cada um de nós, para cada família, para cada pai, mãe, criança, jovem... para mim!