Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Como foi o nosso retiro?

06.04.17, Helena Le Blanc

Caro Amigo e Amiga, o retiro foi fabuloso.

Eu que andava com "niquices" na cabeça e no coração (niquices agora, porque antes eram pedregulhos) tudo desapareceu para dar lugar à vontade de fazer diferente, e à vontade de sentir diferente.

Exatamente.IMG_1473-001.JPG

Como bem diz a Olívia no blog Adoptar Amar e Viver (AQUI), sempre temos tanta coisa para fazer que parar tudo para ir a um retiro não é fácil, nada fácil.

Mas ainda bem que o fizemos porque foi tempo ganho para nós: parar, ouvir, orar, conviver e refletir.

No post do site das Famílias de Caná (AQUI) poderá ler um belo registo do dia que tivemos em Fátima.

Mas como foi para mim e para a minha família este dia?

Depois do acolhimento (sorrisos, abraços, barulho, movimentos vários, musica) a Teresa partilhou connosco o que sabe sobre a Irmã Lúcia, uma das pastorinhas de Fátima. Fez todo sentido estarmos juntos e ouvir um pouco mais sobre a história de Fátima.

O que aconteceu à pastorinha Lúcia, a mais velha, depois dos outros morrerem?

Como foi a sua vida na terra?

Teve mais aparições de Nossa Senhora?

Viveu em Fátima e pode re-visitar todos os locais à sua vontade?

Viveu com honras reais já que era uma pessoa privilegiada de Deus? 

Pode realizar todos os seus sonhos?

As respostas foram surpresas para mim! Fizeram-me pensar em muitas coisas...

Deus tem a sua maneira unica para nos fazer crescer, de nos espicaçar... 

 IMG_1480-001.JPG

 

A seguir fomos até à Capelinha das Aparições rezar um terço e participar na Eucaristia.

Fomos almoçar e aproveitamos para estar com os meus tios que vivem em Lisboa mas que por coincidência tinham que ir a Fátima nesse dia. Colocamos as conversas e as notícias da família em dia.

 

 

Depois fomos para a via-sacra nos Valinhos. Juntámo-nos ao nosso grupo, no meio de uma grande confusão de outros grupos. 

50637A78-2F9A-4F57-8F59-AFF20C7EA8AB-001.JPG

 

 

 

Esta via sacra é muito especial para nós: ao percorre-la podemos ter uma ideia de como era o caminho dos pastorinhos entre as suas casas e a Cova de Iria, o local  da Capela das Aparições, enquanto pastoreavam os animais da família.

É um caminho para percorrer a pé ou de bicicleta. Não há carros, povoações, lojas ou barulho. Podemos ver a paisagem típica desta região. 

 

 

 

O nosso grupo rezou a via-sacra, ou seja, relembrámos o caminho da Paixão de Nosso Senhor. Em cada estação ajoelhámos e escutámos no coração, imaginando os momentos de sofrimento, de angustia, de coragem e de submissão à vontade do Pai de Jesus Cristo. 

7A33CF48-E90C-4A9E-A50D-B5905B70ABCC-001.JPG

A1670FEC-6175-4910-8497-C94288A60845-001.JPG

Eu já há muito tempo que não me lembrava o que era ajoelhar em piso desconfortável.... doí e muito!

Mas o que é esta dor comparada com o que Jesus passou?

IMG_1485-001.JPGIMG_1489-001.JPG

Curioso que, depois de várias estações a ajoelhar-me no mesmo tipo de piso, decidi ajoelhar-me na zona central do caminho que tem uma pedra lisa para me poupar à dor. Penso que essa pedra existe para as pessoas que queiram fazer a via-sacra de joelhos. 

 

Pois doeu-me ainda mais do que se tivesse escolhido o piso irregular de pedras. Arrependi-me imediatamente. Joelhos "massacrados" endurecidos não querem suavidades! Acho que isto poderia ser um belo exemplo para o "espicaçar de Deus" nas nossas vidas.

 

E bem que eu fui "espicaçada" nesta via-sacra!

Uma das vantagens desta via-sacra é que as crianças podem brincar à vontade nesta zona.

C7EB8271-A2D9-4625-A82E-002.JPG

 

A determinada altura do nosso percurso eu disse ao James para dar um pouco mais de folga ao Xavier (exatamente para ele ter a oportunidade de explorar o campo). Eu concentrei-me mais no que estava a fazer e suponho que o James também. 

De repente oiço um colega do grupo a falar no nome do Xavier em voz alta. Viro-me e dizem-me que o Xavier desapareceu e que o James já tinha ido caminho acima à procura dele. 

Eu senti-me "em suspenso"... Acho que se tivesse essa capacidade teria levitado...por segundos. Tentei reorganizar rapidamente as ideias e virei-me para o lado contrário ao do já tomado pelo James. Começo a andar mas fazem-me refletir sobre o que poderá ter acontecido com o Xavier: provavelmente distraiu-se e seguiu um outro grupo de pessoas que nos tinha ultrapassado há instantes. 

Ok. Comecei então a ir ao encontro do James. Um colega nosso vai então para trás, porque não se tem a certeza para que lado efetivamente o Xavier tinha ido.

...

(as pessoas falam comigo mas eu não estou)

...

Oiço alguém dizer que o James já o tinha encontrado. 

IMG_1492-001.JPG

 

Senti-me a descer do "suspenso". 

Depois de caminhar alguns metros vejo os dois sentados junto ao muro. Pego no Xavier mas este parece-me estranhamente ausente e "off". Pergunto ao James se o Xavier se tinha apercebido do acontecido, se tinha consciência (e se sim então provavelmente estaria muito assustado). Ele diz-me que ele não se apercebeu e até nem queria voltar para trás pois estava muito concentrado no seu caminho, ou seja, em andar caminho acima, no topo do muro. 

O James mais tarde contou-me que um Sr. do grupo que ia à nossa frente apercebeu-se mal viu o James à procura e ajudou-o a encontrar o Xavier. Já se tinham apercebido que alguma coisa estava errado quando viram uma criança a caminhar em cima do muro ultrapasssando-os a todos, sem niguém a acompanhá-lo.

IMG_1502-001.JPG

 

O James ficou aborrecido duplamente: comigo (porque eu tinha-lhe pedido para não ser tanto "pai galinha") e com o Xavier (porque este não se tinha apercebido que estava perdido e queria continuar a caminhar no muro).

Abracei o Xavier, tentando não lhe transmitir a minha aflição e ansiedade, e mantive-o comigo no resto do percurso. 

Eu levei ainda bastante tempo a repor o meu interior. 

 IMG_1504-001.JPG

Acho que se passaram uns poucos minutos mas o meu mundo deixou de existir nesse tempo. Não sei de facto como é que Maria aguentou também esta provação, não de uns poucos minutos, mas de pelo menos 3 dias quando Jesus, com 12 anos, toma a decisão de ficar a conversar com os Sacerdotes do Templo de Jerusalém. Sabemos que ele, com essa idade, já era considerado um jovem adulto mas... pelo menos 3 dias é obra! Acho que todos sabemos como os jovens adultos podem ser imaturos e inocentes.

Este episódio mexeu muito com a minha família!

 

No fim do dia conversamos sobre o que tinha acontecido, incluindo o Xavier pois estava na altura de ter as conversas de "ter cuidado com os estranhos" e "o que fazer quando ficamos perdidos".

Concluímos que o Xavier precisa de sair (um pouco) de baixo das nossas "saias" e "calças" para experiênciar sozinho umas "pedrinhas" da vida, começar a beber umas gotinhas do "cálice amargo". (Ensinamento de Abril - O Vinho Melhor - AQUI ).

Sentimo-nos espicaçados sim!

IMG_1512-001.JPG

A Páscoa tem sentido nos dias de hoje?

06.04.17, Helena Le Blanc

Li um pequeno e simples artigo num site católico da Conferência dos Bispos da Australia, Catholic Enquiry Centre, que gostei muito. Poderão ler em inglês AQUI.

Mas como nem todos percebemos muito bem, deixo aqui a minha tradução do mesmo, pois responde a uma pergunta que se coloca imperiosamente: será que a Páscoa tem sentido nos dias de hoje?

 

IMG_5365.JPG

O Domingo de Páscoa é um dia comemorado por todos os cristãos. Jesus ressuscitou dentre os mortos. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jn 3, 16). Jesus vive! Ele não está morto! Ele conquistou a morte.

Para os cristãos, a vida na terra é a primeira fase de uma jornada. A maior parte da vida deve ser vivida com Deus, com Jesus Cristo na eternidade. Nós nos preparamos neste mundo para um futuro de amor, alegria eterna e paz com Jesus, onde a dor e o sofrimento não existirão, "Onde toda lágrima será enxugada." (Ap 21: 4) Amor e alegria real!

Num mundo imperfeito, um cristão sempre vive com esperança, porque Cristo conquistou a morte e todo o mal que ela traz. O mal que nos acontece neste mundo - que parece nos conquistar com a morte - nunca vai ter a palavra final. Estamos apenas numa jornada para a eternidade. Isto, em poucas palavras, é a mensagem da Páscoa.

Mas, como poderá a Páscoa contribuir para nossas vidas neste mundo?

Há muitas questões contemporâneas para discutir e resolver. Poderemos perguntar: o que aconteceu com o nosso mundo?

 

GUERRA hoje!

Após uma breve pesquisa on-line, de acordo com o professor Goldstein de Relações Internacionais.com, atualmente há "10 guerras e 5 graves conflitos armados" em todo o mundo. Outro site chamado warsintheworld.com declarou que há atualmente um "total de 67 países envolvidos em guerras nos 5 continentes lutando 696 milícias-guerrilhas e grupos separatistas".

 

REFUGIADOS!

Por causa de todas estas guerras acontecendo em simultâneo, milhões de pessoas estão sendo deslocadas de suas aldeias e países de origem. A crise é profundamente sentida e vivida na Europa. O sonho de uma Europa unida sem fronteiras pode continuar a ser um sonho por mais algum tempo.

Um relatório preparado para o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, em dezembro de 2015, mencionava: "Em 2014 mais de 200.000 refugiados e migrantes fugiram para segurança em todo o Mar Mediterrâneo. Amontoados em barcos lotados, inseguros, milhares se afogaram, o que levou o papa Francis a avisar que o mar poderia se tornar  um cemitério em massa. Os primeiros meses de 2015 não viram nenhuma pausa. Somente em abril, mais de 1.300 pessoas se afogaram. "

Na Síria, de acordo com o artigo da World Vision no dia 22 de março de 2016, o país enfrenta uma grande crise com "13,5 milhões de pessoas na Síria que precisam de ajuda humanitária, 4,6 milhões de sírios são agora refugiados e 6,6 milhões estão deslocados dentro da Síria" sendo metade crianças.

As crianças afetadas pelo conflito sírio correm o risco de ficar doentes, desnutridas, abusadas ou exploradas. Milhões foram forçados a deixar a escola. A maioria dos refugiados sírios permanece no Oriente Médio, na Turquia, no Líbano, na Jordânia, no Iraque e no Egito; cerca de 10 por cento dos refugiados fugiram para a Europa ". As notícias recentes que assistimos na televisão incluíam ataques no coração do continente europeu e um contra mulheres e crianças brincando em um parque no Paquistão no dia da Páscoa.

 

OUTROS PROBLEMAS

Além destes, há também outras questões que o mundo enfrenta: o abuso de crianças, a eutanásia, o hedonismo e a ascensão do ateísmo, etc... Então, com tudo isso, a Páscoa ainda tem significado em nosso mundo hoje? Para os cristãos que acreditam no poder da oração e no poder do bem sobre o mal, a resposta curta é sim.

O mundo precisa de pessoas de boa vontade, cristãs e não-cristãs, para se envolverem mutuamente, mostrar que se importam e esperam por uma vida de paz. Jesus veio para artilhar a vida eterna conosco e para nos trazer a paz.

O que devo fazer agora?

É aqui que entra a Páscoa.

Deus amou-nos primeiro. Em Jesus Cristo, Deus venceu a morte e o mal. Para que participemos da vitória de Cristo, somos convidados a retribuir o amor a Deus, amando todos aqueles que Deus ama - aceitando todas as pessoas de todos os âmbitos, compartilhando todas as boas e belas bênçãos da terra e de nossas vidas com elas.

Isso não requer nada extraordinário de mim. Eu não preciso ser um herói. Na minha pequena realidade, eu posso chegar às pessoas, ou mesmo a apenas a uma pessoa, e mostrar aquela pessoa que eu me importo, que eu amo, que eu espero. A meu modo, posso permitir que a bondade de Deus tenha a última palavra sobre qualquer coisa que possa trazer o mal ou a morte.

Então, a Páscoa será realmente significativa.

 

autora do texto:  Roslyn Rajasingam

roslyn-rajasingam-100x100.jpg

 

 

 

 

 

Fontes de informação da autora:

1  Source: http://www.internationalrelations.com/wars-in-progress/
2  Source: http://www.warsintheworld.com/?page=static1258254223
3  Source: http://www.unhcr.org/cgi-bin/texis/vtx/home/opendocPDFViewer.html?docid=56bb369c9&query=how%20many%20wars%20are%20being%20fought%20today
4  Source: https://www.worldvision.org/wv/news/Syria-war-refugee-crisis-FAQ

 

IMG_1792.JPG