Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

Os esquecimentos do meu marido!

21.01.16, Helena Le Blanc

Nos ultimos dias, eu e o meu marido temos tido alguns momentos de tensão porque "andamos a comer muito queijo!". Tivemos diversos esquecimentos, se bem que a maior parte deles foram do meu marido!

Tem sido uma espécie de concurso em identificar e apontar o esquecimento do outro. Poderia ser engraçado, se não tivéssemos esta grande dificuldade em perdoar e relevar o outro!

 

Mas hoje o meu marido conseguiu surpreender-me:

 

  • Durante o jantar em que planeávamos o próximo fim de semana:

      Lena - Sabes que mais? Na sexta-feira temos uma atividade para participar. Já estive apensar e não há outra forma senão irmos os 4 (uma prima de 2º grau do Xavier, com 7 anos,  irá passar o fim de semana connosco). Queres saber o que é?

     James - Não poderá continuar a ser surpresa? Assim, não tenho como esquecer!

      Lena - ...... Fiquei com cara de parva, e depois ri-me por um bocado!

 IMG_0433.JPG

  • Na oração da oração, e porque era muito tarde, o Xavier foi direto para a cama. São poucas as vezes que isto acontece, mas quando estamos já fora do horário habitual, saltamos a oração da noite. Hoje o meu marido colocou o Xavier na cama e convidou-me a rezar com ele o Shemá e a Consagração no nosso canto de oração. Ele começou, mas eu continuei e terminei sem olhar para o papel! As orações já estão decoradas! Impressionei-o!

IMG_0484.JPG

A rotina faz com que, de forma natural, decoremos as coisas e os momentos... 

Se formos todos os domingos à missa, será fácil para uma criança ou para um adulto identificar os diversos momentos da missa, depois de algum tempo. Se eu rezar todos os dias uma Avé Maria, ao fim de alguns meses saberei essa oração de cor, sem stresses!

IMG_1268.JPG

 

Jubileu: o que é a Misericórdia?

19.01.16, Helena Le Blanc

O que é a Misericórdia?

 

Segundo o dicionário, Misericórdia é um sentimento de compaixão, despertado pela desgraça ou pela miséria alheia. A expressão misericórdia tem origem latina, é formada pela junção de miserere (ter compaixão), e cordis (coração).

 

"Ter compaixão do coração", significa ter capacidade de sentir aquilo que a outra pessoa sente, aproximar seus sentimentos dos sentimentos de alguém, ser solidário com as pessoas.

 

Conceder misericórdia  é perdoar pelo simples ato de bondade, apesar do outro não merecer o perdão.

 

Resumindo é ser empático, compreensivo e FAZER ALGUMA COISA PELOS OUTROS.

 

COMO?

Resposta: as Obras de misericórdia.

São 14 as Obras de Misericórdia.

Obras Corporais:
1ª Dar de comer a quem tem fome;
2ª Dar de beber a quem tem sede;
3ª Vestir os nus;
4ª Dar pousada aos peregrinos;
5ª Assistir aos enfermos;
6ª Visitar os presos;
7ª Enterrar os mortos.

 

Obras Espirituais:
1ª Dar bons conselhos;
2ª Ensinar os ignorantes
3ª Corrigir os que erram;
4ª Consolar os tristes;
5ª Perdoar as injúrias;
6ª Sofrer com paciência as fraquezas do nosso próximo;
7ª Rogar a Deus por vivos e defunto

 

 

 Num Catecismo ilustrado de 1910 encontrei as seguintes ilustrações e respetivas explicações:

IMG_0512-001.JPG

IMG_0513.JPG

IMG_0519.JPG

IMG_0518.JPG

 

"A Misericórdia é uma virtude,

que nos leva a ter compaixão

das misérias do próximo

e a alivia-las."

O verdadeiro sentido do Natal!

18.01.16, Helena Le Blanc

Recebi uma surpresa, por email, de um amigo.

Este vídeo.

Um vídeo que pretende dar a conhecer o verdadeiro sentido do Natal!

 

 

 

Dizia ele: "É arrepiante e intenso (gostei mesmo muito). Quem sabe pode vir a ser útil." - a propósito de preparação de evangelizações/catequeses!

Digo eu: Arrepiante! Muito muito bom! Finalmente o "pessoal", os "profissionais" estão a fazer valer os seus talentos enquanto Testemunhas de Fé. Começam aparecer produções de qualidade. A beleza envolve e atraia!

 

Um casamento à época!

17.01.16, Helena Le Blanc

Hoje, na Eucaristia, o evangelho é sobre as Bodas de Caná, o primeiro milagre que os evangelistas nos relatam de Jesus Cristo. 

luminosi2.jpg

E correndo o risco de estar a ser repetitiva, não consigo resistir em publicar (outra vez) um vídeo de um "casamento à época" que os Catequistas de Mogofores fizeram para todas as suas crianças da Catequese da Paróquia de Mogofores.

 

 

"Fazei tudo o que Ele Vos disser!"

As palavras mágicas!

16.01.16, Helena Le Blanc

Numa destas manhãs, o Xavier saiu de casa com uma colher de pau.

Quando era bebe, ele engraçou tanto com as colheres de pau que era frequente vê-lo com uma.

Perdeu várias. Compramos muitas.

P1070032.JPG

À medida que foi crescendo os objetos iam mudando, mas sempre com o mesmo hábito: na maior parte dos dias sair sempre de casa comum objeto de casa, normalmente da mamã (tacho, testo, sertã, etc..). Só depois dos 2 anos é que começou a levar brinquedos seus.

P1070030.JPG

Eu permitia. Como nunca quis chupeta, percebi que esse seria o seu objeto de "compensação".

No entanto, e depois de feitos 3 anos, calculo que, mais dia ou menos dia, a Educadora irá (necessariamente) falar comigo sobre isto. E percebo perfeitamente porquê. Comecei a tentar desincentiva-lo a levar o brinquedo para a escolinha. Havia dias que a minha "manha" ou metodologia funcionava e ele aceitava bem, outros dias fazia birra e outros simplesmente eu deixava.

Mas, num destes dias decidi que não poderia mais facilitar. Preparei-me para birras durante vários dias.

Coincidiu ser o dia que ele novamente "se lembrou" da colher de pau.

P1070037.JPG

Durante a viagem, até à escolinha, iniciei o meu diálogo. Informei-o que teria que deixar a colher no carro, e expliquei-lhe o porquê: poderia aleijar os ouros meninos, poderia estragar acidentalmente a colher de pau, ou com ela partir um vidro ou outra coisa, etc... 

Ele, em contrapartida ouvia e resistia, preparando-se para fazer birra!

Respirei diversas vezes fundo, estacionei, tirei-o do carro e... de repente eu (sem saber) disse as palavras mágicas: Xavier, os meninos ficam tristes porque tu tens uma coisinha e eles não!

Ele olhou para mim muito sério e... guardou a colher de pau num sítio do carro. Depois dispôs-se a ir para a escolinha sem birra ou desagrado.

Eu fiquei, no mínimo, surpresa.

Nos dias seguintes, aconteceu a mesma coisa, com a diferença de ter demonstrado mais resistência num deles, mas depois ele acabou por ceder e sem birra, mas sempre com este "argumento mágico": os meninos ficam tristes!

IMG_0074.JPG

Como uma amiga me dizia no outro dia, no facebook, afinal nós (adultos) é que temos a mania de complicar tudo!

Porque raio é que não foi esse o meu argumento desde o início? Tão óbvio, tão simples e tão "certíssimo"!

O Dia Mundial do Compositor!

15.01.16, Helena Le Blanc

Hoje é o Dia Mundial do Compositor.

 

Aproveito para partilhar uma rubrica da ALETEIA, que se chama CECILIA. Como escrevi num post em Novembro A Santa Cecília é a "alma da música". 

Desde que a Aleteia abriu esta rubrica que tenho (mais ou menos) acompanhado! E estou a gostar muito porque eles apresentam-me cantores/canções católicas que eu desconhecia, verdadeiros hinos de louvor! Um por dia.

Gosto da maior parte, não de todas! Aquelas que me encantam, ouço-as duas a três vezes de seguida. Sinto-me em "suspenso" no tempo e no espaço, completamente envolvida pela beleza, próxima ddo divino, do Senhor!

 

Por isso, deixo este vídeo/musica para marcar este dia mundial do Compositor:

Esseri umani

 Eu acredito nos seres humanos!

 

A letra:

Oggi la gente ti giudica,

per quale immagine hai.

Vede soltanto le maschere,

e non sa nemmeno chi sei.

Devi mostrarti invincibile,

collezionare trofei.

Ma quando piangi in silenzio,

scopri davvero chi sei.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani

che hanno coraggio,

coraggio di essere umani

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani.

credo negli esseri umani

che hanno coraggio,

coraggio di essere umani.

Prendi la mano e rialzati,

tu puoi fidarti di me.

Io sono uno qualunque,

uno dei tanti, uguale a te.

Ma che splendore che sei,

nella tua fragilità.

E ti ricordo che non siamo soli

a combattere questa realtà.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani che hanno coraggio,

coraggio di essere umani.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani che hanno coraggio,

coraggio di essere umani.

Essere umani.

L’amore, amore, amore

ha vinto, vince, vincerà.

L’amore, amore, amore

ha vinto, vince, vincerà.

L’amore, amore, amore

ha vinto, vince, vincerà.

L’amore, amore, amore,

ha vinto, vince, vincerà.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani che

hanno coraggio,

coraggio di essere umani.

Credo negli esseri umani.

Credo negli esseri umani.

Cedo negli esseri umani che hanno coraggio,

coraggio di essere umani

 

A tradução: 

Seres Humanos

Hoje as pessoas te julgam
Por aquelas imagens que tem
Vêem apenas as máscaras
Nem sabem ao menos quem você é
Você deve se mostrar invencível
Colecionar troféus
Mas quando você chora em silêncio
Descobre quem você realmente é
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos

Quem tem coragem
Coragem de serem humanos
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Quem tem coragem
Coragem de serem humanos
Pegue sua mão e levante

Você pode confiar em mim
Eu sou um qualquer
Um dos muitos iguais a você
Mas esse esplendor que você é
Em sua fragilidade
E te lembro que não estamos sozinhos
Para combater esta realidade
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Quem tem coragem

Coragem de serem humanos
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Quem tem coragem
Coragem de serem humanos
O amor, amor, amor
Venceu, vence e vencerá
O amor, amor, amor
Venceu, vence e vencerá
O amor, amor, amor

Venceu, vence e vencerá
O amor, amor, amor
Venceu, vence e vencerá
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Quem tem coragem
Coragem de serem humanos
Eu acredito nos seres humanos

Eu acredito nos seres humanos
Eu acredito nos seres humanos
Quem tem coragem
Coragem de serem humanos
Os seres humanos
Os seres humanos

Jubileu: a Misericórdia nas outras Religiões

14.01.16, Helena Le Blanc

P1170295.JPG

 O Jubileu (extraordinário) que está a decorrer este ano, por intercessão da Santíssima Trindade, tem como lema a Misericórdia, ou seja, o amor de Deus (que perdoa, consola e dá esperança) que está ao alcance de todos, sem excepção, quer seja "totó", "santinho", "fanático", ateu, pecador, assassino, pobre, miserável, egoísta, generoso, político, bancário, corrupto, polícia, pai, padrasto, divorciado, solteiro, homossexual, doente, trabalhador, etc... 

 Fiz uma pequena pesquisa (muito interessante) considerando apenas algumas das religiões mais representativas do mundo, e afinal Misericórdia não é somente importante para a Igreja Católica, mas ultrapassa fronteiras! As outras religiões consideram (também) importantíssimo a Misericórdia!

 

Ora vejamos:

 

Islamismo

Se alguém perguntar a um mulçumano, ‘Quem é o teu Deus?’, este responde: ‘O Misericordioso, o Dispensador de Misericórdia’. De acordo com as fontes islâmicas, os profetas, proclamam o julgamento de Deus e Sua misericórdia. No livro sagrado, Deus é referido da seguinte forma: “Ele é Deus. Não existe deus senão Ele, O Sabedor P1010807.JPGdo invisível e do visível. Ele é o Misericordioso, o Dispensador de Misericórdia.” (Alcorão 59:22);

 

Judaísmo

A Cabala, no Judaísmo, é um método que engloba um conjunto de ensinamentos relacionados com Deus, o universo, o homem, a criação do mundo, a vida, a morte, fundamentando-se na revelação de Deus a Adão e a Moisés, a TORÁ (os primeiros cinco livros do Antigo Testamento da Bíblia). Acreditam que os segredos do Universo foram revelados por Deus, de forma codificada, nestes livros.

Assim, na cabala, a Misericórdia têm 13 atributos. O que é que isto quer dizer?

Eles acreditam que, quando o homem toma conscienciP1160849.JPGa dos seus pecados e se arrepende, e quer "retornar para os caminhos corretos", terá que "lutar com todas as forças do seu coração". Para isso terá que fazer um balanço do seu coração e utilizar como metodologia os 13 atributos de Misericórdia que Deus enviou ao mundo para ajudar as pessoas a seguirem o caminho certo. Estes atributos são considerados como um sinal claro da bondade infinita de Deus.

 

Budismo 

Nesta religião não há deus, mas um líder espiritual,que é orientado e inspirado por diversas divindades. Uma delas, muito conhecida é a que representa a compaixão ou misericórdia. E curioso, numas das regiões das ilhas Filipinas, esta divindade (ora masculina ou feminisna, conforme a época e a região ou país) ganhou aspetos fisicos de "Madona" (Maria, Mãe de Jesus), influencia do catolicismo espanhol, e como tal associada a caracteristicas de maternidade e proteção. Mas, apesar de diversas influências, esteve sempre bastante ligada à misericórdia.

 

HinduísmoP1020361.JPG

É com base nas escrituras do VEDAS,livro que guarda textos, hinox, louvores e rituais, que se difunde os preceitos religiosos desta religião. Têm a Deusa da Misericórdia, também chamada de Deusa da Compaixão. Ela é a encarnação da compassiva amorosa bondade. E esta também têm um grande semelhança com Maria, Mãe de Jesus. Dizem que a influência desta bela deusa vestida de banco estende-se desde a criação até aos desejos profundos de todas as mulheres que anseiam ser mães. Em momentos de coença e de problemas é a esta Deusa que invocam e recorrem. Existem muitos altares, no Oriente, dedicados a esta "Mãe de Misericórdia" como também lhe chamam.

- É ilimitado o seu amor e compaixão pelos homens! - Porque é que isto me soa a algo familiar?

 

 

Que curioso!

Tão diferentes, mas com tantos pontos comuns!P1020256.JPG

E se... eu fosse solteira?

13.01.16, Helena Le Blanc

No ultimo domingo reparei, depois de comungar, enquanto regressava ao meu lugar, num jovem casal, claramente namorados, muito sorridentes!

Eu trazia o meu filhote nos braços. Ele gosta de ir comigo quando vou comungar. Eu gosto que ele esteja comigo (ou com o pai) e observe a nossa comunhão.

Rapidamente calculei que os sorrisos que recebi eram por causa dele! Uma criança lourinha com uma carinha laroca, nos braços da mãe morena, arranca facilmente sorrisos!

viB1j2BK.jpg

 

Mas, naquele meio segundo, em que recebi aqueles sorrisos e aos quais retribuí, veio à minha mente uma série de pensamentos e sentimentos... 

Como teria sido tão bom se eu tivesse encontrado o meu marido mais cedo na minha vida e tivéssemos, juntos, participado nos ritos da Igreja! Como teria sido tão diferente a minha história!

Eu cresci na Igreja e tive um namorado que também era católico praticante. Nós fomos à missa muitas vezes juntos e fomos ambos catequistas, mas o rumo das nossas vidas foi outro. Deus o assim quis!

Andei à deriva, perdida, à procura, e depois à espera...

 

E se (hoje) eu fosse solteira?

ddoH0dbc.jpg

 

Inscreveria-me (outra vez)

num site,

mas desta vez neste site:

 

https://www.datescatolicos.org/

 

facebook: https://www.facebook.com/datescatolicos/

 twitter: https://twitter.com/datesCatolicos

 

Estranho? Interessante? E porque não?!

BMf3Hm7v.jpg

Para esclareceres dúvidas, clica nos seguintes links:

Procurar ou esperar pelo amor da minha vida?

Estar num site de dating é católico?

Porquê um site de dating só para católicos?

Porque é que o datescatolicos.org é pago?

O datescatolicos.org está ligado a algum movimento ou congregação religiosa?

Será que vou encontrar o amor da minha vida no datescatolicos.org?

É importante termos interesses iguais?

Como saber quem é a pessoa certa para mim?

VImQcPen.jpg

 

As prendas deste Natal!

12.01.16, Helena Le Blanc

Eu preparei uma lista de prendas de Natal.

Identifiquei as pessoas, o valor da prenda e fui anotando possibilidades (que encaixavam no valor pré-definido). 

Depois, reservei dois ou três momentos no meu calendário, para, com a lista, ir às compras. 

É com muito carinho que costumo a fazer. Mas porque os locais comerciais estão cheios de pessoas, tento minimizar o tempo. É um verdadeiro esforço andar nos centros comerciais nas vésperas de Natal!

Algumas das prendas já tinham sido previamente combinadas na família, ou seja, a guitarra e o Ukalela para mim e para o James respetivamente, e o Faísca para o Xavier.

No ano passado ele recebeu diversos objetos ligados ao Mickey Mousse. Era o seu boneco de eleição.

Ultimamente, ele tinha passado a falar no Faísca (macqueen). Queria (muito) um Faísca.

Fomos comprar o dito "Faísca",  mas quando chegamos à loja percebemos que não seria tarefa fácil dada a quantidade de  "Faíscas" nas prateleiras! Decidimos oferecer-lhe um faísca de 8 cms.

IMG_0810.jpg

Eu fiquei na dúvida: um Faísca de 8 cms?

Por decisão do meu marido (a qual respeitei e aceitei),adquirimos o faísca de 8 cms, alguns amigos do Faísca, o camião (onde poderia guardar o Faísca) e uma pequena pista redonda. O somatório destas coisas ultrapassou ligeiramente o orçamento que tinhamos para ele.

IMG_0811.jpg

Mas, um Faísca de 8 cms?

Eu temi que ele rejeitasse o (seu novo) Faísca por ser pequeno. 

No dia de Natal, ele ficou muito feliz com as suas prendas.

Respirei de alívio.

Passados alguns dias fomos a uma festa. O Xavier levou o seu Faísca tal como um amigo dele. O Faísca do amigo era maior do que o seu (de pelo menos 30cms). O Xavier ficou muito entusiasmado com o Faísca "muito grande" do amigo! Ambas crianças passaram a maior parte do tempo a brincar com os dois faíscas e com a pista redonda do Xavier.

Quando viemos embora, o Xavier trouxe o seu faísca pequeno. Eu, sinceramente, estava a contar com uma grande birra.

Não aconteceu.

Hum!!!

Os dias foram passando e percebi que, ao contrário do que eu tinha previsto, o seu entusiasmo pelo Faísca pequeno não diminuiu. Não nos pediu um Faísca grande.

 

IMG_0805.jpg

Neste ultimo domingo, depois da missa fomos para casa dos meus pais, como é habitual.

A determinada altura apanhei uma conversa entre os meus pais.Trocavam impressões sobre como o Xavier gosta tanto do seu Faísca, um carro pequenino, apesar de ter em casa dos avós carros de colecção (maiores) disponíveis para brincar.

Ouvi o meu pai dizer à minha mãe que afinal não interessava o ser grande ou dar prendas grandes ou de maior valor. O que é verdadeiramente importante é perceber (realmente) o que é que ele gosta e ponto final.

Nós (pais) tomamos uma decisão, que nos pIMG_0439.JPGareceu ser a melhor, tendo em conta o Xavier, a carteira e a educação que lhe queremos dar. E, confesso, esta decisão foi essencialmente do meu marido que discerniu, melhor do que eu, o que seria melhor para o Xavier!

O Xavier deu-me uma grande lição (uma bela Surpresa de Deus!)

Eu fiquei convencida que, depois de ver Faíscas maiores, iria recusar o seu. Ele é uma criança e, para mim, seria perfeitamente natural isso acontecer. Mas não aconteceu. Ele continuou (e continua muito) apegado ao seu pequeno (maravilhoso) Faísca!