Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

as surpresas de DEUS!

uma cristã católica com sérias dificuldades no caminho da Santidade!!!

O melhor amigo do Xavier!

09.10.15, Helena Le Blanc

O Xavier, há muito que tem um grande amigo: o Rodrigo!

Ambos têm uma diferença de 2 semanas, na data de nascimento.

Desde que se encontraram na mesma Creche, começaram a relacionar-se muito um com o outro.

Este ano, transitaram da Creche para a Educação Pré-Escolar, e continuam juntos!

Nós, pais e mães, desce cedo apercebemos-nos disso e temos tentado respeitar esta ligação e mantê-los juntos na escolinha.

Até ao momento temos conseguido.

IMG_0712.JPG

Acontece que ontem, quando fui buscar o meu filho, ao fim do dia, observo pela 2ª vez uma coisa que na minha a opinião é extraordinária, e passo a explicar:

 

Na maior parte dos dias, quando eu vou buscar o meu filho, é quase hora de fecho da escolinha. É costume ele ser um dos últimos a sair. Já me fizeram notar que ele fica muito ansioso à minha espera. Por isso, ultimamente, tenho feito um grande esforço para o ir buscar a horas decentes.

Quando o vou buscar, ele está na sala da televisão, e não na sala de grupo/trabalho. Todas as crianças do pré-escolar, a partir mais ou menos das 17h30, vão para esta sala fazer diversas atividades da componente de apoio à família enquanto esperam as suas famílias.

Como me tenho esforçado por ir buscá-lo mais cedo, aconteceu observar o seguinte: o meu filho reconhece-me, corre para os meus braços, dá-me miminhos e depois corre para a sua sala de grupo/trabalho, que esta fechada ao trinque (com as luzes apagadas). Entretanto eu concentro-me no registo que tenho que fazer, identificando-me quem, e entretanto, pelo canto do olho, vejo-o a sair da dita sala com uma coisa na mão, regressando à sala da televisão. Passado um minuto vem outra vez ter comigo. 

 

Na primeira vez registei o momento (tenho uma boa memória fotográfica) mas não dei muita importância. 

Ontem aconteceu a mesma coisa, mas desta vez tive o cuidado de tentar perceber o que se passava, e o porquê daquilo. 

O Xavier teve a preocupação de ir buscar à sala um brinquedo para deixar ao Rodrigo para este brincar. Não foi para trazer para casa, mas para deixar ao amigo, na sala da televisão, enquanto este ficava à espera da sua mamã, do seu papa ou da sua avó!

 

Eu achei incrível! Quando percebi e tive consciência fiquei quase sem respiração! Um menino de 3 anos tem este tipo de discernimento e de generosidade!

O meu filho dá-me uma grande lição com este simples gesto!

Cada vez mais, me sinto tão grata por Deus ter confiado esta criança ao meu cuidado! 

 

" Jesus (...) disse:

Deixem as crianças vir ter comigo! Não as estorvem, porque o reino dos céus é dos que são como elas! 

Em seguida, pôs as mãos sobre as crianças(...)"

Mateus, 19, 14

IMG_8020.JPG

 Meus Deus, Meus Deus!  

Esta foi uma grande surpresa!

Como me sinto envergonhada por perceber que o meu filho, com 3 anos,

consegue ser melhor amigo e companheiro, do que eu com 40 anos! 

 

Programas de televisão!

08.10.15, Helena Le Blanc

Só quando comecei a viver com o James é que descobri as maravilhas da TV Cabo (já no século XXI!!!).

Até lá, apesar de ter uma ideia, não fazia a mínima da diversidade de canais e programas que uma televisão poderia oferecer. Mesmo durante aqueles anos que vivi sozinha, somente tive os tradicionais 4 canais nacionais. Na altura, entretinha-me com telenovelas portuguesas e brasileiras, enquanto ia fazendo trabalhos manuais (que gosto muito), ou enquanto navegava na internet, ou em TPC do meu trabalho.

Mas só quando fiquei de maternidade em casa é que tive a oportunidade de explorar as ditas maravilhas!

Um pouco antes dessa altura, nós já tínhamos decidido deixar de ver as notícias/telejornal. Não queríamos (e continuamos a querer) que notícias, sempre negativas e pouco construtivas, afetem a nossa família e influenciem a nossa filosofia de vida. Continuamos a estar a par do que acontece no mundo, através dos noticiários da radio (muito mais resumido e objetivo) e da internet, telemóvel, etc.

p8529553_b_v7_ab.jpg

Encontrei programas muito interessantes que começaram a ocupar alguns dos meus serões: Switched at Bird, Tyrant, The Good Wife, Reign, Parenthood, Suits (Defesa à Medida), Chicago PD e Anatomia de Grey. Estas são as minhas séries favoritas, e que estão memorizadas na box da TV Cabo para irem sendo gravadas. Quando tenho bocadinhos vou vendo. Estas séries e os livros são os meus momentos!

 

Ontem, porque estava com uma dor horrível nos dentes, que vinha a acumular dos últimos dias, e à espera que o antibiótico começasse a fazer efeito, fiquei enroladinha no sofá e vi os 3 últimos programas gravados da série Switched at Bird (Trocadas à Nascença).

Fiquei encantada! 

Fico muitas vezes deliciada com os temas e assuntos que aparecem nestas séries que vejo, mas ontem, conseguiram superar todas as minhas espetativas.

A principal temáticas destes episódios foi uma gravidez inesperada de um jovem casal (na idades dos 20 anos) que se tinha separado recentemente. Essas duas pessoas em início de vida profissional, e que já tinham errado diversas vezes, e por isso sem dinheiro ou empregos estáveis, e que descobrem que o bebe tem síndrome de DOWN.

Vemos como eles reagem, como a família e amigos reagem, e o que fazem até que tomem uma decisão corajosa e de grande amor pela vida. Observamos o medo, a confusão, a fuga, a procura de saber mais, o apoiar o outro mesmo que não concordemos com a decisão, o diálogo, a coragem, o pedido de ajuda à pessoa que nos mais custa desiludir, etc...

Fala-se muito dos malefícios da televisão, especialmente quando se tornem o centro de muitas famílias. Eu acho que, como tudo o resto, tem que haver equilíbrio, bom senso e muito cuidado na escolha.

Noto que já não se fala tão mal da televisão, é certo. Mas não faz sentido sentir-me culpada porque gosto de ver televisão. Eu gosto de ver. Não tenho muito tempo para isso porque tenho outras prioridades na minha vida. Mas, se tiver um bocadinho para mim, porque não?

Se eu souber escolher bem, poderei aprender muito com estas séries!suits.jpeg

Os autores e escritores são necessariamente inspirados pelas suas experiências pessoais e dos amigos que os rodeiam. São experiências humanas sentidas (seja em nome próprio seja fruto da criatividade cuja natureza por detrás é a sempre a humana)!

Um bem haja aos Autores, aos Escritores, aos Argumentistas, as Produtores, aos Diretores dos Canais de Televisão. 

Phood_S6_DDKA_horz.jpg

 Meus Deus, obrigada por esta bela surpresa!

Afinal, através do "monstro" da TV poderei aprender muito,

e fazer-me pensar sobre o que realmente é importante! 

Afinal é bom, com peso e medida, ver televisão e encontrar a tua mensagem!

Que o Espírito Santo nos ilumine e nos ensine a escolher, o "trigo do joio"!

Um sorriso inesperado!

06.10.15, Helena Le Blanc

Desde aquela minha reflexão sobre o sorriso, que este sinal de comunicação universal têm se tornado cada vez mais presente e tema de conversa na minha vida!

 

Numa destas manhãs, a conduzir na estrada principal da minha vila, tive que parar pois havia obras na estrada. Esperei uns minutos. Como a fila não era assim muito grande, pude observar, à distância, o senhor que fazia parte da equipa de reparação e que estava encarregado da fluidez do transito. 

Quando chegou a minha vez, coloquei a 1ª mudança e, em meio segundo tive uma ideia: ... (...) ... e porque não?

Estava a fazer o seu trabalho com atenção. Mas quantos maus olhares teria ele já "levado" naquele dia porque estava a atrasar os afazeres das pessoas?! Ou quantas pessoas teriam já passado por ele e o ignorado? Se fosse o nosso vizinho, o Sr. Padre, o Presidente da Junta, o Padeiro, o Sr. Polícia, o Sr. Bombeiro, mesmo que desconhecidos ou com relativo conhecimento, ignoraríamos sem fazermos um gesto com a mão ou com a cabeça? Ou um obrigado? Não fazemos isso a quem nos faz avisos com as luzes dos faróis do carro?

Não tive muito tempo para pensar.

Sorri. 

O senhor sorriu de volta  (notei-lhe a falta de diversos dentes! - ups!)

Vieram-me, literalmente, as lágrimas aos olhos!

Eu que não sou nada destas coisas fiquei emocionada!

E sabem o que é que eu pensei a seguir? É exatamente isto o que Jesus queria dizer com "amar os outros / o teus irmãos"!

 

Como um sorriso poderá ser uma bela surpresa de Deus!

 

IMG_1878.jpg

 

Meus Deus, como é que eu ainda não tinha percebido uma coisa tão simples?!

Até as crianças, instintivamente o sabem!

Quantas vezes já vi o meu filho a desenhar (conscientemente) um sorriso pois sabe que obtem outro em troca!

(Demorei 40 anos a perceber uma coisa que uma criança de 3 anos já sabe!)

Aprender no Porto...

05.10.15, Helena Le Blanc

As nossas queridas jovens, da reportagem especial sobre a peregrinação que fizeram a Fátima, voltaram a escrever-nos um texto:

 

IMG_8330.JPG

 

Depois de termos feito o crisma e termos acabado a etapa da evangelização decidimos aceitar outo desafio e tornarmo-nos evangelizadoras da Paróquia de Mogofores.


Como todos os anos, há uma formação a nível nacional, que pretende fazer com que evangelizadores e animadores se juntem e possam evoluir na sua maneira de evangelizar.

IMG_8354.JPG


Este ano tivemos o privilégio de participar nesta formação juntamente com mais 9 evangelizadores, também de Mogofores, e acompanhados pelo Sr. Padre José Fernandes, que aconteceu no Colégio dos Salesianos do Porto.

IMG_8346.JPG

 

IMG_8351.JPG

 

Por volta das nove e meia fomos acolhidas numa sala multiusos onde fizemos a oração da manhã.

 

 

Durante esta ação de formação tivemos a oportunidade de escolher quatro workshops de 34 que tínhamos à escolha. Começámos por um chamado "Dança Contemplativa" em que podíamos refletir através da expressão do corpo. Com este workshop percebemos que é mais fácil interpretar as mensagens de Deus através de músicas e simples gestos, ficámos surpreendidas com o resultado e de certa forma é uma técnica que podemos usar na evangelização.

IMG_8345.JPG
O segundo workshop em que participámos chamava-se "catequese familiar" e foi orientado pela Teresa Power que já é conhecida por nós. Apesar de já sabermos o que nos esperava, visto que conhecemos tão bem a realidade desta família, foi bom aprender pequenos truques para rezarmos em casa junto da nossa família pois devemos ter sempre tempo para Deus. 

IMG_8344.JPG

O terceiro workshop que assistimos chamava-se "palavras não as leva o vento" protagonizado pelo Padre José Fernandes, apesar de já estarmos habituadas a ouvir o nosso pároco falar gostámos muito dos assuntos abordados pois através da compreensão de vários sentidos das palavras conseguimos encontrar uma forma de nos encontrar com Deus.

IMG_8337.JPGIMG_8337.JPG

Por fim, participámos num workshop mais prático onde pudemos aprender novas técnicas e dinâmicas para utilizarmos com os mais pequenos. Aprendemos que há jogos que podemos, e vamos de certeza usar, para tornar o grupo mais dinâmico e unido.

IMG_8334.JPGIMG_8349.JPG
Foi uma experiência muito enriquecedora e tivémos pena de não ter participado em mais workshops, mas devido a estas atividades vamos, obviamente, ser evangelizadoras com mais experiência.
Estamos ansiosas por começar este novo desafio.

IMG_8341.JPG

IMG_8341.JPG

 

E agradecemos a todos os evangelizadores e ao Sr. Padre que tornaram este encontro ainda melhor. 

IMG_8340.JPGBeatriz e Sara

 

 

Meu Deus,obrigada por esta bela surpresa!

Duas jovens, recém-crismadas, que já sem a obrigação de irem à catequese,

decidiram ajudar a evangelizar as crianças mais novos, colaborando com a sua energia, pontos de vista e propostas de animação!

Como é bom a evangelização poder contar com vozes mais jovens para assim podermos traduzir a mensagem de Jesus!

O meu filho chama-se XAVIER. Porquê?

04.10.15, Helena Le Blanc

Quando fiquei grávida, uma das coisas que começamos a pensar foi o nome próprio. Um nome masculino e um nome feminino.

O nome feminino foi fácil. Não chegamos a acordo relativo ao nome masculino.

Deixamos passar vários meses. Quando soubéssemos do sexo do bebe já pensaríamos na situação.

Mas, de vez em quando, a conversa surgia! 

Ele prefere nomes de origem inglesa e americana. Eu prefiro nomes portugueses, bem tradicionais.

Estávamos num impasse.

O bebe não mostrou o sexo durante vários meses, até que descobrimos que era um rapaz na ecografia morfológica que fizemos no Porto.

Adivinhem o tema de conversa durante toda a viagem: o nome do bebe!

Ele sugeria, eu não gostava. Eu sugeria e ele reprovava!

Até que o James, sem mais nem menos, lançou no ar o nome de XAVIER. E eu, parei e gostei. Não era propriamente um nome português mas era latino, muito tradicional! Eu aceitei. Ele explorou o nome mais um pouco: pronunciar em português, pronunciar em inglês, chamar pelo nome, chamar de forma zangado, etc...

E à medida que o tempo passava parecia-nos, ao mesmo tempo, estranho e a fazer sentido, porque afinal não conseguimos concordar relativo a outro nome. Eu ainda fui tentando (repetindo) as minhas sugestões, mas.... só Xavier!

IMG_7964.jpg

IMG_7920.JPG

Procuramos, na internet, qual era o significado do nome. Nós na espetativa de ser algo bonito e profundo, ficamos completamente desiludidos com o que encontramos:

 - A origem do nome Xavier é Basco. Sobrenome que significa proprietário de casa nova

Mas, apesar de termos ficado um pouco "abananados", acabamos por não desistir do nome.

Sendo o "X" uma das ultimas letras do alfabeto, a probabilidade é ele ser o ultimo das listas de tudo e... não me pareceu mal! Sem duvida que iria fazer com que treinasse a paciência! Nem todas as pessoas perceberam esta minha resposta simples quando me falavam deste detalhe.

E ficou Xavier.

Os avós, de ambas as partes, não gostaram! Ficaram horrorizados! As tias acharam o máximo!

  

Quando ele foi batizado, um ano depois de ter nascido, alguém ofereceu-me este livro:

IMG_7962.jpg

Ainda não tinha pensado sobre o Santo do seu nome! E fiquei surpresa com a oferta.

Qualquer dia iria ler com certeza.

Mas até agora ainda não o tinha feito! Talvez por o livro não tem propriamente uma capa moderna, ou de ser sobre a vida de um Santo. Os livros dos Santos, até à relativamente pouco tempo, achava serem de leitura aborrecida, sobre vidas perfeitas! 

Assim, porque se aproximava do terceiro aniversário do meu filho, decidi-me a ler aquelas 163 páginas.

Descobri muitas coisas interessantes:

- Existiu uma família inteira em Espanha com o sobrenome "XAVIER", onde nasceu São Francisco Xavier. Este sobrenome tornou-se nome próprio em memória deste santo missionário;

- A família Xavier tinha um castelo que tomou o apelido da família. Ainda hoje se pode observar e visitar o dito castelo (em espanhol Castillo de Javier) em Navarra, Espanha. É o destino de uma concorrida peregrinação anual, em inícios de março, chamada popularmente de "Javierada";

1280px-El_castillo_de_Javier_a_la_caida_de_la_tard

- Francisco, tal como os jovens nobres, participou na guerra mas decidiu abraçar os estudos. Sendo o benjamim da família, e ligado muito à mãe, foi bem aceite esta sua opção. Foi estudar para Paris;

Blessed_Francis_Xavier_Seelos.jpg 

- Era rapaz sonhador, vaidoso, estudioso, cumpridor e inteligente. Conheceu Inácio de Loyola, colega de escola, que lhe repetia constantemente: "De que vale ao homem ganhar todo o mundo se vier a perder a sua alma?"

- Depois da insistência e persistência de Inácio,  alistou-se no exército de Deus e ajudou a fundar a Companhia de Jesus. Apesar de piedoso, não estava na sua mente a vida religiosa. 

"Não te venho a tirar

mas antes a acrescentar.

(...)

Venho colocar inquietude 

na tua vida e na tua alma.

Venho fazer com que te ultrapasses a ti mesmo e aos sonhos doirados que povoam a tua mente. Venho ajudar-te a dares mais... mais... sempre mais.."

 

- São Francisco Xavier, já Padre, foi designado para ir em missão para o Oriente: Índia e Japão. Engraçado: nós escolhemos para a nossa lua de mel o Japão. Por causa do Tsunami, tivemos que escolher outro destino, e fomos à Índia. Neste país, uma das coisas que me lembro ter impressionado quando visitei a Índia (para um futuro post) foi a religiosidade cristã. E nós acabamos por escolher para nome próprio do nosso filho, o sobrenome de um Santo Missionário que passou 10 anos de intenso trabalho na Índia e no Japão!

blessedfxseelos.jpg

- Francisco Xavier foi muitas vezes o instrumento de Deus para vários milagres!

- Na Índia, num só dia batizou dez mil pessoas!

- Na fase final da sua vida, enquanto sofria da febre, o crucifixo de madeira existente na capela do Castelo de Xavier não parou de sangrar, até ao dia da sua morte.

- Ambicionava ir à China mas faleceu no caminho por causa da forte febre e cansaço, com 46 anos de idade;

- "O Gande Insatisfeito!" - de facto!

 

Aqui fica um pequeno vídeo, da canção nova, que resume a vida deste Santo:

  

Meu Deus, gostei muito de ter lido o livrinho sobre a vida de São Francisco Xavier.

Foi uma bela surpresa. Afinal, o seu nome não tem um grande significado, mas tem um Santo extraordinário.

Espero que o Xavier se inspire na vida dele, especialmente quanto à sua determinação e dedicação.

 

São Francisco Xavier, rogai por nós!

 

Parabéns meu querido filho XAVIER!

 

 

O exercício físico do meu marido!

02.10.15, Helena Le Blanc

Num dos dias que estivemos na casa do meu sogro, e o meu marido treinou, mostrou e venceu:

Ora vejam...

 

 

Foi uma surpresa, talvez indiretamente de Deus, de um quarentão e que causou admiração!

 

Meus Deus, agradeço-te por esta surpresa do meu marido!  

Afinal, apesar da idade biologia dele, é capaz de tais feitos!

Sem duvida nenhuma que só podes ter sido tu a estar por detrás disto.

Obrigada pela boa saúde que todos os elementos da minha família gozam até hoje! 

 

 

 

Uma surpresa do Papa Francisco

01.10.15, Helena Le Blanc

O Papa Francisco têm sido uma fonte de surpresas, de controvérsias, de mudanças.

Tenho acompanhado, com curiosidade, a sua acção e atividade.

No entanto, no outro dia, ao ler o Correio do Vouga, na seção de oração, descobri isto:

 papa2.jpgUnknown.jpg

"O Papa Francisco foi ordenado padre no dia 13 de dezembro de 1969, a poucos dias de completar 33 anos. Foi ordenado, padre no dia 13 de dezembro de 1969, a poucos dias de completar 33 anos. Foi ordenado num sábado, véspera do "Domingo da Alegria" (III Domingo do Advento) - o que nos remete, necessariamente, para o tema da sua primeira exortação, "O Evangelho da Alegria". Antes de ser ordenado, escreveu a seguinte oração:

 

Quero crer em Deus Pai, que me ama como um filho, e em Jesus, o Senhor, que me infundiu o seu Espírito na minha vida para me fazer sorrir e levar-me assim ao reino da vida eterna.

Creio na minha história, que foi trespassada pelo olhar de amor de Deus, e no dia da primavera, 21 de setembro (no hemisfério sul), me levou ao encontro para me convidar a segui-lo.

Creio na minha dor, infecunda pelo egoísmo, no qual me refugio.

Creio na mesquinhez da minha alma, que procura engolir sem dar... sem dar.

Creio que os outros são bons e que devo amá-los sem temor, e sem nunca os atraiçoar para procurar uma segurança para mim.

Creio na vida religiosa.

Creio que quero amar muito.

Creio na morte diária, ardente, de que fujo, mas que me sorri, convidando-me a aceitá-la.

Creio na paciência de Deus, acolhedora, boa como uma noite de verão.

Creio que o papá está no céu, junto ao Senhor.

Creio que o padre Duarte (que confessou Jorge Bergoglio a 21 de setembro) também lá está, intercedendo pelo meu sacerdócio.

Creio em Maria, minha Mãe, que me ama e nunca me deixará só. E  espero a surpresa de cada dia,  em que se manifestará o amor, a força, a traição e o pecado, que me acompanharão até ao encontro definitivo com esse rosto maravilhoso que não sei como é, a que fujo continuamente, mas que quero conhecer e amar. 

Ámen."

imagesdfs.jpgdestaque-238876-jorge.jpg

images.jpg

 

... a surpresa de cada dia...

Pág. 3/3